Tradutora do inglês, do francês (juramentada), do italiano e do espanhol. Possui um escritório para todos os tipos de traduções, de papel a simultânea, consecutiva, guias turísticos e nele tem quem traduza do mandarim ao croata. Desde 2010, sou conciliadora e mediadora no Fórum de Pinheiros e também no fórum do Butantã. Trata-se de um trabalho voluntário, que lhe dá muita satisfação! Gosta de escrever, característica familiar...

Considerações em torno das “diferenças”

Durante a mudança de canais efetuada por meu marido, prática sobejamente conhecida por toda mulher que assiste televisão com a cara metade, de repente tive a oportunidade de assistir a…

Continuar Lendo

O impacto da chegada de um filho com síndrome de Down

Comecei a fazer psicologia com 45 anos de vida e 25 de terapia, o que me colocava em posição privilegiada em relação à maioria dos “professores”, donos da verdade, que…

Continuar Lendo

O que é luxo de fato

Falava-se sobre a mansão do banqueiro Edmar Cid Ferreira, que foi a leilão várias vezes e que, desta última, tinha seu valor estimado em 80 milhões de reais.Com 8.500 m²,…

Continuar Lendo

Exame coletivo de fezes

Há experiências na vida da gente que não dá para esquecer.Provavelmente, pelo momento que vivemos nesta que já foi a nossa pátria amada e que, agora, é só “salve, salve”,…

Continuar Lendo

Fofoca em condomínio

Estou morando num condomínio de 72 casas onde temos um número de WhatsApp que nos informa sobre fatos de interesse geral e, há uns três dias, soubemos que temos três…

Continuar Lendo

Deus e a piadinha

Não deixa de ser um horror estarmos em plena pandemia e termos que assistir ao espetáculo deprimente e desairoso de tantas mentiras ditas sem o menor pejo na CPI que…

Continuar Lendo

Morreu, morreu, antes ele do que eu!

Sou uma pessoa que nunca aceitou a ideia de, porque a pessoa morreu, ficou boazinha. Se era boa, deixará uma boa lembrança. Mas, se foi ruim, ou se eu tinha…

Continuar Lendo

Mudanças

Estamos em mudança, de mudança, mudando o tempo todo mesmo parados, ou presos dentro de casa. Aliás, que estranha essa colocação: prisão domiciliar. Nossa casa deveria ser um lugar bom…

Continuar Lendo

Um serviço ganha-ganha

Precisei ir à Receita Federal e não tinha ninguém que me pudesse substituir. O site da receita não era claro o suficiente e, como na ocasião em que tive que…

Continuar Lendo

24 anos: Viva “O BOLETIM”

Um dia, há coisa de 4 anos, estando em casa de uma amiga, começamos a falar de escrever, de quem gostava de escrever, e sua irmã comentou que escrevia para…

Continuar Lendo