É claro que estou a fim

Toda feliz, estava contando os dias, essa semana tomei a terceira dose de vacina, o reforço. E se aparecer mais, se precisar tomar mais uma dose, podem me aguardar no…

Continuar Lendo

Vermelho sangue mulher

Que o vermelho do sangue de todas ao menos nos una nessa batalha. Especialmente me dirijo às mulheres, apelando à sua sensibilidade sempre mais aflorada. Somos mais da metade da…

Continuar Lendo

Dias e noites de terror

Lembram quando o finado Play Center anunciava as Noites de Terror, com fantasmas, múmias, vampiros? Já era. Fichinha. Agora vivemos na real perturbadoras semanas, dias e noites de terror ao…

Continuar Lendo

Esse novo (anormal e perigoso) mundo aí fora

Tem um novo mundo aí fora, mas ele está é muito estranho. Ensaiamos os primeiros passos, de longe parece até a tal normalidade do que lembrávamos ocorria antes dessa desgraça…

Continuar Lendo

A mosca azul e os mil artifícios para causar

Como é que se causa? Nada mais é natural agora que, ao que parece, todo mundo tem de causar para aparecer? Susto. Simplesmente tomei um susto, na verdade, mais um,…

Continuar Lendo

O homem não está nada bem

O homem não está bem; não está nada bem. O homem está confuso, nervoso, não sabe o que fazer, anda inseguro, percebe que está perdendo poder e que já não…

Continuar Lendo

Os nossos loucos (primeiros) dias de setembro

O que será, que será? Posso quase apostar que muito barulho por nada, que vão dar com os burros n’água. Sempre aprendi que cão que muito ladra fica rouco e…

Continuar Lendo

Tá frio, tá quente: o jogo nacional e mundial

Tá frio; tá quente. Quando a gente acha que a coisa está indo, ela está é voltando, e em cima da gente. Até o tempo está igual: você não sabe…

Continuar Lendo

Golpes: eles estão entre nós

Golpes. Golpe. Nunca ouvimos tanto essas palavras malditas. Nunca estiveram tão presentes e em suas mais variadas formas, de algum jeito sempre tenebroso. Perigoso. Eles nos cercam, ameaçam, nos põem…

Continuar Lendo

Os medos nossos de cada dia

Nossos medos, os meus medos, os seus medos. Todo dia ouvimos falar em retomada. Flexibilização. Dá uma angústia, ao invés de alegria, por não vermos o bicho totalmente dominado. Vemos…

Continuar Lendo