26 de maio de 2022
Adriano de Aquino

Lei de Murphy


A Lei de Murphy, se aplicada ao Brasil, teria que ser modificada.
Para Murphy, se um projeto tem 0,1% de chance de dar errado. Dará errado!
Aqui, revisada, a Lei de Murphy ficaria assim: se um projeto tem um 1 milhão de chances dar certo. Jamais dará certo!
Segundo a UNESCO, o Brasil tem cerca de 700 pesquisadores por milhão de habitantes, enquanto a China possui 1.100, a Rússia 3.100, a União Europeia 3.200, os Estados Unidos 3.900, Coreia e Singapura 6.400, Israel 8.300.
O que os departamentos da ONU não se interessam em avaliar é que o Brasil tem cerca de 70 mil políticos.
Um contingente que nenhum país listado acima pode se envergonhar.
Sem contar os cargos intermediários das assessorias de gabinetes (os ‘rachadinhos’) que deve abrigar uma população tão ou mais volumosa e dispendiosa quanto seus chefões.
Um deputado de Brasília se orgulha de ter 100 assessores em seu gabinete. E ele acha pouco.

Artista visual. Participou da exposição Opinião 65 Mam/ Rio de Janeiro, Propostas 66 São Paulo, sala especial "Em Busca da Essência" Bienal de São Paulo e diversas exposições individuais no Brasil e no exterior. Foi diretor dos Museus da Funarj, Secretário de Estado de Cultura do Rio de Janeiro, diretor do Instituto Nacional de Artes Plásticas /Funarte e outras atividades de gestão pública em política cultural.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.