11 de agosto de 2022
Colunistas Junia Turra

Mas BAH? Eu disse “BACH”!

Yes, Sir…

Imagem: Google – Revista Bula

Sugiro que vocês escutem BACH.  Tem muitos que nunca ouviram na vida e é uma dos maiores compositores da História da Música.
O compositor alemão do período barroco nasceu em 1685 e era de família de músicos. Ele transformou a cidade de Leipzig numa referência musical, enriquecendo os estilos, adaptando ritmos da Itália, França e outros países. Foi diretor dos coros das igrejas luteranas, compôs concertos para  violino, harpa, e especialmente para teclado – piano e órgão.
O grande “Johann-Sebastian” é , inclusive, uma das grandes referências das bandas de rock europeias,  e quem  gosta de música vai encontrar algo realmente elevado.
Uma “boa dose de Bach é necessária para espantar os maus espíritos, especialmente os que nos assombram com perversões diárias” , dizia David Bowie.
Bach é uma  referência importante da escola musical inglesa  porque ao contrário do que muitos pensam, a maioria dos músicos do rock tem formação clássica não só na  música mas também em Belas Artes.


Ron Wood, guitarrista dos Stones, por exemplo, é de família de artistas plásticos e pinta maravilhosamente bem, especialmente retratos. Todos os Stones tem em casa retratos feitos por ele. E ele inclusive mostrou os trabalhos em vernissage no Brasil.
Ah, por falar nisso, os Stones são figurinhas conhecidas  nas festas das altas rodas do Rio e SP em passagem pelo pais. Luciana Gimenez , que era, como Carla Bruni e Heidi Klum,  do catálogo de modelos  para acompanhantes de autoridades em eventos worldwide,  engravidou do Mick Jagger  no canil de uma mansão na Gávea, numa dessas festas espetaculares. Isso é o que contam… E todo mundo rindo dentro da casa. Ah, essa gente fica numa alegria mesmo…. E às vezes cometem excessos.
Ah , as altas Cortes…
Por falar nisso, na da Justiça,  a banda toca em composição própria. O repertório foge do clássico e os instrumentos desafinam a olhos vistos.
Parece que um dos maestros tem surpreendido a plateia.
Entre as obras  apresentadas, a cantata “🎶ooooh , Winter, keep Sarah Inside. 🎶 Put Sara inside,.don’t let Sara outside….🎶 No, no no, Sara goes behind bars. We cannot catch a cold from Winter, let’s Sarah 🎶inside🎶
A plateia não vai exigir o dinheiro de volta? Se paga o espetáculo…
Mas, BAH, estão com medo de spray de pimenta, do Alexandre, O Careca…
Aonde foi parar a Humanidade? De Alexandre, o Grande para um que não tem absolutamente nada na cabeça…
Não fique BACHeado… O final, você (povo) decide.
“Para chegar a Bach eles têm que atravessar aquele território que os assusta muito: o silêncio” (Sir Roger Scruton)

author
Jornalista internacional, diretora de TV, atualmente atuando no exterior.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.