STF, respeite nossa Carta Magna

Foto: Google – Revista Voto

É expressivo o número de pessoas que passaram a temer qualquer manifestação contrária ao STF e ao Congresso.

Aos covardes, sobram as migalhas de moral e dignidade. Lutem enquanto há tempo, porque, depois, o tempo que restará será para choramingar como seres rastejantes por lamaçais, onde, chafurdarão como porcos.

A história nunca reservou bons lugares aos omissos que se escondem por trás da “cautela e prudência”. Estes, sentarão por toda a eternidade, no banco dos réus e serão julgados por muitas gerações, a começar, pelos seus descendentes.

Não se trata mais de ideologia, direita ou esquerda, é, questão, de seguirmos livres para fazermos escolhas para onde queremos seguir.

Garanto aos que não viveram os anos dos militares no poder, que, nem aí, eu vi tanto autoritarismo como agora.

O STF se tornou um reduto de representantes partidários, deixou de ser o baluarte da Constituição e dos direitos democráticos. Não representa a seu país, se, não, a interesses nada republicanos de perdedores e criminosos.

E, também, posso afirmar, que os militares tomaram as rédeas, a pedido do povo e do congresso, através dos Governadores de então, como Carlos Lacerda, Ademar de Barros, Magalhães Pinto entre outros, Não houve golpe como tanto alardeiam.

Lembro, eu ainda, muito criança, sendo levado por minha mãe para a porta do Forte de Copacabana e, desde o Leblon, onde morávamos, até o Forte, era um corredor de gente aplaudindo os tanques e tropas que marchavam.

Nos disseram durante os últimos 50 anos, estes que hoje nos infernizam outra vez, que lutavam contra uma ditadura de chumbo e morte, mas, na verdade, o que queriam, era o mesmo do que querem, agora, nos calar e entregar nosso país e nossas vidas a um sistema criminoso e genocida.

São incansáveis, desde à época da revolução russa, até os dias de hoje, já mataram mais de cem milhões de seres humanos, dizimando culturas e sonhos.

Esqueçam se gostam ou não do nosso Governo, mas, não esqueçam que ele é a única trincheira, a última pedra no caminho que há, antes de sermos aprisionados e cairmos nas mãos desses exterminadores.

Lamento, que os ditos milicos, não tenham sido tão eficientes, pois, deixaram essas almas não tão penadas nos assombrando.

Não se calem!
Não se omitam!
Não se acovardem!
Somos muitos e estaremos juntos defendendo um futuro livre para o Brasil.

Temos todo o direito de pedirmos o que quisermos, não existe numa democracia, “meio direito”. O direito de expressão é sagrado, pleno e irrestrito e, está na nossa Constituição.

STF, respeite nossa Carta Magna.

Todo poder emana do povo!!!

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *