14 de agosto de 2022
Adriano de Aquino

PT x Cuba


A era petista pagou pedágio a Cuba em várias vias.
US$ 692 milhões para o Porto de Mariel, US$1 bilhão/ano para a ‘operação’ Mais Médicos.
Crédito de US$200 milhões para compra de máquinas agrícolas.
Cuba entendeu direitinho que se tratava de pedágio pelo uso do logo da estrela e da cor vermelha nos estandartes dos petistas. Por isso, não esboça qualquer intenção em quitar o que para eles não é dívida.
Lendo os três itens de trás para frente entende-se a verdade.
Cuba há muito deixou de ser grande produtora de açúcar.
Importa o que consome da França. As maquinas agrícolas servem como veículos de passeio nas cidades.
A operação “Mais Médicos” não registra uma só operação em pacientes brasileiros. Só fornece laudos clínicos imprecisos e receituário em hieróglifos e, para finalizar pelo início, o Porto Mariel é um empreendimento super-dimensionado para Cuba exportar charutos e rum.

Artista visual. Participou da exposição Opinião 65 MAM/RJ. Propostas 66 São Paulo, sala especial "Em Busca da Essência" Bienal de São Paulo e diversas exposições individuais no Brasil e no exterior. Foi diretor dos Museus da FUNARJ, Secretário de Estado de Cultura do Rio de Janeiro, diretor do Instituto Nacional de Artes Plásticas /FUNARTE e outras atividades de gestão pública em política cultural.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.