9 de agosto de 2022
Sylvia Belinky

Pra frente Brasil!!!

Foto: http://redebrasil.net/le-monde-surpreende-com-pintura-publicada-onde-retrata-o-que-acontece-no-brasil/

Tudo parado, ninguém trabalha, todos interessados exclusivamente em saber se o rodízio estará suspenso e onde irão assistir o jogo do Brasil, no meio da semana que, em princípio, deveria ser de trabalho – pra quem está empregado e tem medo de perder seu emprego é claro!
Na calada da noite ou do recesso do STJ, Gilmar, Toffoli e Lewandowski soltam condenados a todas as penas e em n+1 instâncias: de 30 anos para baixo, vale tudo desde que se tenha dinheiro e muitos, muitos advogados, claro!
Os candidatos à Presidência do Brasil que, em sua maioria sequer sabemos quem e quantos são, nada dizem de aproveitável, confirmando com clareza cristalina o que será sua gestão se forem eleitos: hoje aparecem, nos mostrando os dentes em fotos tão naturais como selfies no Facebook –se eleitos, vão rosnar e morder também, não tem dúvida alguma!
Nesse meio tempo, voltam doenças já extintas como sarampo e outras ainda piores, como a poliomielite – doença terrível, deformante e incapacitante, além de mortal. Sem falarmos dos mosquitos de outras tantas pragas como dengue, chikungunya, febre amarela encubados durante o inverno, mas se desenvolvendo para voltar com toda a força no início da primavera…
E o povão segue, fazendo fé nos bolões, preocupado em acertar quantos gols “nós faremos”. “Nós”, quem, cara pálida?!
Mas… e a importância de trazer a taça “pra casa” de novo? Pois é, de novo, de onde ela já foi roubada uma vez por ladrões menos famosos que os atuais…
E a nossa Justiça suspende as ações bilionárias contra a Samarco, Vale e outros que nada pagaram até hoje para as vítimas da tragédia com que nos brindaram, desfigurando o Rio Bonito e seu entorno, ao longo de três estados, transformando-o em mais um Tietê…
PRA FRENTE, BRASIL!

Tradutora do inglês, do francês (juramentada), do italiano e do espanhol. Pelas origens, deveria ser também do russo e do alemão. Sou conciliadora no fórum de Pinheiros há mais de 12 anos e ajudo as pessoas a "falarem a mesma língua", traduzindo o que querem dizer: estranhamente, depois de se separarem ou brigarem, deixam de falar o mesmo idioma... Adoro essa atividade, que me transformou em uma pessoa muito melhor! Curto muito escrever: acho que isso é herança familiar... De resto, para mim, as pessoas sempre valem a pena - só não tenho a menor contemplação com a burrice!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.