Bem, recolho-me à minha impotência


Não posso mudar o Brasil. Ainda bem que vivi a minha juventude num outro Brasil, que eu amava. Já tive orgulho de ser brasileira.
Agora o futuro é dos jovens, eu tenho um passado. E os jovens estão doutrinados e sonham em fazer parte da nomenklatura e ter almoço grátis.
Atribuída a Margareth Thatcher, a frase ” não existe almoço grátis” é do jornalista Paul Mallon, como resposta, em 1942, no The Lima News, ao vice-presidente americano Henry Wallace, um democrata liberal (hoje seria considerado progressista), que sugeriu num artigo que se havia dinheiro para fazer a guerra, deveria haver dinheiro para doar um mínimo de comida, roupa e moradia para as pessoas no mundo inteiro e com esse investimento, comprar a paz.
Muitas pessoas têm dificuldade para perceber que o tal do almoço grátis é uma forma de corrupção, porque alguém tem de pagar com seu trabalho esse tipo de privilégio. A corrupção (e consequentemente os corruptos e corruptores) é a causa direta da miséria e da violência. E essa “boa vida” é usada para manter o poder dos que só legislam em causa própria.
Milton Friedman, o economista laureado com o prêmio Nobel, e que influenciou com suas teorias monetaristas Reagan e Thatcher, publicou em 1975 um livro com esse título: “There’s No Such Thing as a Free Lunch”.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *