8 de agosto de 2022
Colunistas Ligia Cruz

Naufrágio trágico no Amapá

Foto: Google – EBC
Embarcação vai a pique no Rio Jari, Amapá, com cerca de 70 passageiros.
Causa estranheza que não há uma lista de passageiros o que dificulta a localização de vítimas.
Esse pedaço de Brasil é assim, no improviso, como se mais um ou mais dez fosse a mesma coisa.
Inúmeros são os casos de naufrágio no Amazonas e afluentes onde só há esse modo de transporte.
Isso tem que acabar.
É preciso criar procedimentos, sistemas de segurança e fiscalização para que ribeirinhos e povos que vivem em localidades da Amazônia não sejam as próximas vítimas.
Ainda não há uma explicação segura sobre as causas do naufrágio. Sobreviventes disseram que tudo aconteceu em segundos.
Jornalista, editora e assessora de imprensa. Especializada em transporte, logística e administração de crises na comunicação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.