3 de julho de 2022
Colunistas Sylvia Belinky

A realidade de quem compra online

O diagnóstico é de que passaremos, inclusive aqueles que não o faziam, a comprar praticamente tudo pela Internet: de uma ferramenta – até aí, tudo bem, um alicate de bico é um alicate de bico, ninguém que comprar um, estará esperando por uma chave de fenda! Mas, de um casaco a uma panela de pressão, de um par de meias a…

Como perspectiva para mim pareceu catastrófica!

Sabe aqueles sites que parecem um sonho, em que tudo é lindo e você precisa de uma sandália e os caras fazem uma oferta: compre duas e leve a terceira de graça!! Não! Isso não existe, é bom demais, vamos olhar se este site já vendeu muito… Nossa! Uma tonelada e meia de todas as ofertas, mas… esta em particular?

ESTÁ BOMBANDO!!! Você não resiste e encomenda! Na foto são lindíssimas e quando chegam… Aquele couro maravilhoso, não passa de um plástico metido a besta, as costuras completamente tortas, parecem feitas por alguém com soluço e… essa maravilha levou nada mais, nada menos do que DEZ SEMANAS para chegar. Adivinhe da onde? Da China!

O kit de brinquedinhos, que comprei para meu vira-lata de porte médio e de mordedura “muito forte” levou menos tempo para chegar e menos ainda para ele destruir: pulverizou 7 dos 15 em menos de dois dias! Os outros não foram pulverizados porque eu não dei! A conversa do meu filho, olhando a “parva” da própria mãe, foi: “Mãe, pelo que custou cada brinquedinho, não vai valer a pena mandar de volta”…

Aí tenho a imensa satisfação de descobrir que uma pesquisa apurou que “DOIS TERÇOS dos consumidores desistem de comprar on line após experiência ruim” (título da matéria do Estadão de 15/03/2022 pesquisa é da CXTrends 2022)! Essa matéria explicita que em 2021, 62% dos consumidores desistiram de uma compra por aplicativo ou pela web, o que significa dizer que, em média, duas em cada três pessoas desistem de comprar algo de que precisam (também) pelo alto preço do frete, pelos altos preços dos produtos!!

Minha chapinha queimou e esse é um instrumento que pode quebrar grandes galhos. Consulto minha cabeleireira, que me garante: “Sylvia, eu não vejo nenhuma diferença GRANDE entre elas…”. As ofertas do Mercado Livre não “batem” com essa avaliação: são tantas páginas que daria para passar dois dias só olhando! Os modelos – todos milagrosos – têm preços absolutamente díspares: de R$ 60,00 a R$ 980,00! Compro uma “nem cá nem lá” e chega uma “coisa” toda pintada de cor-de-rosa, de fio cor-de-rosa – e na foto o fio não era cor-de-rosa; se fosse eu logo desconfiaria! As placas mal encaixadas grudam no cabelo e puxam só alguns fios, sabem como? E, para culminar, não alisa! Quero trucidar quem me enviou essa m…

Não satisfeitos de, com perdão da rude sinceridade, encherem o saco com produtos de quinta categoria e belíssimas fotos retocadas com Photoshop (e eu que pensei que esta fosse uma premissa para fotos de gente gordinha, de dente torto), eis que chegam cândidas perguntas: “Que tal o produto que você comprou? Ajude-nos a esclarecer nossos outros clientes!…”

Mas é pra já: digo com todas as letras o que penso de ter sido feita de trouxa 9 em cada 10 vezes que tentei, sem contar que o frete é sempre de valor quase igual ao do produto! E eu sempre “funciono” como criança: a espera coloca minha expectativa LÁÁÁÁÁ em cima, e o que chega… é LÁÁÁÁ… embaixo!

E vou sempre encontrar alguém que vai me dizer: “mas… você olhou as “credenciais” do vendedor?” “E olhou beeeem as fotos?” “Perguntou se é costurada com fio dental ou de seda?” E, como você jamais terá feito tudo o que perguntam…

Tradutora do inglês, do francês (juramentada), do italiano e do espanhol. Pelas origens, deveria ser também do russo e do alemão. Sou conciliadora no fórum de Pinheiros há mais de 12 anos e ajudo as pessoas a "falarem a mesma língua", traduzindo o que querem dizer: estranhamente, depois de se separarem ou brigarem, deixam de falar o mesmo idioma... Adoro essa atividade, que me transformou em uma pessoa muito melhor! Curto muito escrever: acho que isso é herança familiar... De resto, para mim, as pessoas sempre valem a pena - só não tenho a menor contemplação com a burrice!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.