4 de julho de 2022
Colunistas Priscila Chapaval

A muda de glicínia

Ganhei uma muda de glicínia de uma amiga muito, muito muito querida.

Essa é a flor que ela adora. Plantei e deu certo.

Porém a glicínia cresceu tanto que tive que arrancar do solo.

Fiquei triste mas meu jardim interno não comporta esse tipo de trepadeira.

E não é que mesmo depois de eu mesma arrancar a glicínia até as raízes e me desculpando com ela – sim eu falo com minhas plantas – ela voltou!

E na foto vejo a rapidez com que se desenvolve!

Que linda! Fiz uma comparação da planta com a amizade com Carol minha amiga pernambucana.

A gente não se vê há anos mas a amizade continua igual. Sempre crescendo e florescendo.

Tenho a sorte de ser amiga dela. E mais sorte ainda ao ver a glicínia crescer, evoluir e logo mais com flores!

A vida é bela! Gratidão. Dessa vez ela ficará.

Jornalista... amo publicar colunas sobre meu dia a dia...

2 Comentários

  • Sylvia Belinky 15 de outubro de 2021

    Pri querida,

    Essa trepadeira, a glicínia, não obstante sua beleza deslumbrante é… selvagem!!
    Também ganhei a minha muda de uma grande e querida amiga que, como tem acontecido, faleceu muito antes do que deveria…
    E como mudei de casa, ela, como que para se despedir de mim, se encheu de cachos roxos de flores, lindos, e além de invadir meu próprio telhado, passou a invadir o do vizinho, problema que, felizmente, deixou de ser meu!!
    Contei a respeito dela para minha cunhada que ficou eletrizada: “Também quero uma muda!” Ela tem um terraço lindíssimo no apartamento dela, mas… é um terraço!
    Contei a ela da ferocidade da trepadeira e ela não se convenceu: “Quero uma muda!”
    Tirei a tal da muda, trouxe para a nova casa e não plantei ainda, deixei as duas mudas (seguro morreu de velho…) num algodão molhado e os galhos entrelaçados permanecem com “cara de que vão pegar”…
    Aguarde mais notícias!! E você está certa: jardins privativos dificilmente comportariam esse tipo de trepadeira…
    A não ser talvez no Japão, onde vi essa selvagem domada em arranjos maravilhosos!
    Não fosse a proverbial “paciência oriental”!!
    Oooooopppppppsssss…
    Quase escrevi outra crônica!!
    Grande beijo!

    Syl

  • Pris 17 de outubro de 2021

    Verdade Sylvia. Ela cresce e vai penetrando no forro da casa e nos telhados. Tenho uma amiga que quer. Essa glicinea tem um significado enorme p mim. Nunca floriu
    .porem no dia seguinte do enterro da Cady sai no jardim e estava toda florida com cachos brancos. Fiquei tao feliz pq e4a muito significativo. Obrigada e saudades de você su.mida

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.