23 de maio de 2022
Lucia Sweet

Explicação convincente


Está de parabéns a deputada Soraya Thronicke PSL/MS. Sua explicação ontem no Senado antes da votação não poderia ter sido mais clara. Ela explicou que se a MP 870 da reforma administrativa caísse, ruiria por terra a redução do número de ministérios, a extinção de dezenas de milhares de cargos comissionados, etc.
Observo que nunca antes o Legislativo tentou interferir com a atribuição do Executivo de montar sua estrutura de governo. Os que perderam nas urnas querem ganhar no tapetão. Não conseguirão . O Presidente tem o apoio do povo. Os milhões de brasileiros que foram às ruas domingo são formadores de opinião, não são massa de manobra da CUT, MST, PSOL, PT et caterva.
Se o Senado mexesse no texto, teria de haver nova votação na Câmara. Mesmo que Rodrigo Maia marcasse nova votação, bastaria a oposição e o centrão não darem quórum e a medida caducaria.
Nunca pensei viver para ver esquerda e centrão defendendo Moro , que usaram para tentar derrubar a reforma. Foi inusitado. O governo, pela primeira vez em 30 anos de esquerda no Brasil não está comprando votos. O Brasil nunca foi tão democrático.
E escreveu a Senadora no Twitter: “Segundo o Presidente, o COAF pode voltar por veto ou por decreto. Depender da Câmara é suicídio.”

author
Jornalista, fotógrafa e tradutora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.