7 de julho de 2022
Junia Turra

Tunísia determina lei da Sharia para grupos que pregam direitos LGBT

Protesters call for gender equality and LGBT rights on National Women’s Day in Tunisia, August 2018.
Photograph: Chedly Ben Ibrahim/NurPhoto/Getty Images

E aí Jean Aero-Willys, que tal asilo na Tunísia? Grupo pelos direitos LGBT ? Não! Linda Sharia na turma. Homossexuais? Espancamento, chibata, forca.
E aí cagadoras, mijadoras? Como é que fica?
Boulos, Freixos… E aí Maria do Rosário? Gleisi? E a petezada?
A esquerda apoia o Islã para destruir os conservadores (família, tradição, princípios) da Cultura greco-romana.
Mas é a primeira vítima do Islã!!!
E já começou a provar o próprio veneno…
Os conservadores jurássicos do islamismo torturam e matam.
– Pauta transgênera nas escolas na Inglaterra?
Islâmicos chegaram e desceram o cacete. Nem tem conversa.
– Dá.uma voltinha de mãos dadas a noite em Berlin, Jean Aero Willys. Se passar pelos asiladinhos árabes, vai parar no Hospital.
– Em Leipzig, um bairro que virou uma espécie de “Soho da esquerda”, a militância convidou árabes para abrirem bares no local. E eles levaram prostitutas. E espancam, porque afinal de contas, mulher não é nada para o Islã. Podem ser mortas… São seres inferiores.
E claro que os militantes foram explicar que não podia, não era bem assim…
O resultado?
Caladinhos ou a porrada come.
E agora?
Vão chamar a dona MerDel e votarão no partido verde radical de esquerda, que tem a mesma como mentora? Ou nos demais à esquerda SPD ou Die Linke? Será?
https://www.theguardian.com/global-development/2019/apr/30/tunisia-invokes-sharia-law-in-bid-to-shut-down-lgbt-rights-group?CMP=share_btn_fb

author
Jornalista internacional, diretora de TV, atualmente atuando no exterior.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.