Sempre é bom lembrar

Aqueles que se calaram diante do ocorrido em Saudades, SC, diante do crime bárbaro que matou crianças e professoras; aqueles que justificaram o ato dizendo: “o município votou em peso no Bolsonaro”, são criaturas vis e doentes.


Muitas delas aliás, andam em segurança escoltadas pela bandidagem. São eleitos por um certo bando, ou “grupo de iguais” e caminham à margem da lei.

Querem impor o terror do crime organizado (deles) ao povo.

Querem a destruição de todos e a orgia palaciana pra eles numa Sodoma e Gomorra do século XXI.

Mas… o povo é soberano.

O povo humilde, feito refém do terror nas favelas, gente de bem vivendo uma realidade de guerra, enquanto na Zona Sul os donos do negócio criticam a ação da polícia que age pelo povo.

Você decide. Nós podemos mudar isso.

Juntos!

Tem gente tentando fazer isso e expondo a própria vida por nós.

Veja abaixo, em 2013…

Há exatos 8 anos…

Reaja!!!

O texto original de 2013

Falta atitude dos políticos e sobra atitude para quem entende o que é cidadania. Quantos não gostariam que este policial tivesse passado na hora em que estava sendo assaltado.

O imposto que pagamos e o dinheiro público deveria ser destinado prioritariamente para a melhoria salarial e de infraestrutura de trabalho dos policiais, professores, funcionários da Saúde e não para a bandalheira dos corruptos políticos e agregados que fazem a festa na Bananolândia.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *