No caminho para o “Merry Christmas”


Toda uma preparação, todo um ritual. Natal são detalhes… cada detalhe para chegar no momento Dele: é o nascimento de Cristo que vamos comemorar.  E  a bebida tem que ser sagrada.

Vinho….

E Natal traz lembranças, não?

Eu, no plantão de Natal da TV, chego às duas da manhã na redação. Gravei o “off” da reportagem que iria ao ar no dia seguinte e peguei uma carona até a Paulista. Fui andando pela avenida, devagar, observando os enfeites de Natal.

Eu ali,  carregando duas garrafas de vinho.

Era meu primeiro plantão de Natal como repórter no Jornalismo da TV Bandeirantes.

E “foca” trabalha como condenado. Bem, condenado não trabalha mais e nem fica na cadeia. Pronto, derrubei o ditado popular.

Mas… o vinho.

A primeira  garrafa ganhei do entrevistado, um pintor inglês. A segunda, um segurança da TV me entregou na guarita da emissora com um cartão  onde estava escrito: “Envergue mas não quebre.  Cuidado com a Marisa. Depois, o jogo vira. A Marisa que se cuide. Lembro de mim mim vendo você. Amanhã a equipe te pega às 5h.  Feliz Natal!”
Assinado: The Boss.”

Eram quase três da manhã quando cheguei na guarita do prédio. Como de praxe a turma da madrugada batendo papo com o porteiro.

Pensei: – dormir? Agora está cedo demais. E bebemos os vinhos.

(Todos os envolvidos vão ler isso aqui. Inclusive o ‘The Boss’ )

Feliz Natal…

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *