Caras e Bocas

A verdade está sempre estampada na nossa cara.

Basta olhar com atenção.

Ali na cara nua e crua ou camuflada numa cara de pau.

“Quem é quem???? Ou somos todos???”, me perguntaram.

Acho que todos somos isso, caras e bocas, caretas. Está na cara!

Que cara é essa?

Cara de bunda.
Cara de fuinha.
Cara de Deus me livre.
Cara de quem comeu e não gostou.
Cara de poucos amigos.
Cara de anteontem.
Cara de morto.
Vai encarar?

Então, cara… fiquei de cara com a sua cara.

Caracoles, há os que são e os que simulam ser.
Uns com a cara e a coragem.
Outros com duas caras.
Uns dão a cara a tapa.
Outros, viram a cara.
Uns não sabem onde enfiam a cara.
Outros, não tem vergonha na cara.
Uns metem a cara… na cara-dura mesmo.
Uns encaram, descarados que são.

Uns passam carão, outros nem dão as caras.
Muitos nem têm cara para encarar certas situações.
Diz o ditado, quem vem cara, não vê coração.
Parece caretice, mas cara, achei essa postagem do “cara-lho”.

Ah, antes que eu me esqueça…

Fiquei de cara… com a tentativa de boicote de um grupo americano desses sem cará(ter) ao cartoon Tom & Jerry criado em 1940 por Hanna&Barbera.

Minha cara caiu com a justificativa:  consideram politicamente incorreto pregar a violência entre dois machos, um rato e um gato.

Dá uma vontade de partir a cara dessa gente ao meio…

Parece caretice, mas cara, achei essa postagem do “cara-lho”!

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *