21 de maio de 2022
Adriano de Aquino

As brigas intestinas no STF


Marco Aurélio Mello, não integra a 2ª Turma mas aproveita a fanfarra do ‘triunvirato’ de 2ª para pressionar com mais vigor a titubeante Cármen Lúcia.
No intimo Marco Aurélio Mello bem que gostaria de decidir de forma monocrática contra as prisões em segunda instância.
Mas, pra dar uma de togado respeitoso com as decisões do pleno, ele vem seguidamente regurgitando em plenária a decisão tomada pela corte em 2016 – deliberando prisão em 2ª Instância como medida constitucional.
Marco Aurélio Mello reaquece o que regurgita enquanto aplica seu ridículo tempero verbal misturado ao caldo de uma ação do PC do B – o partido do retrocesso – que intenta dar um fim a prisão em 2ª Instância e exilar a Lava Jato na Sibéria.
Marco Aurélio Mello embala tudo numa quentinha e dá delivery para a Cármen Lúcia.
Marco Aurélio Mello insiste, mais uma vez, que CL sirva o ragu requentado em sessão plenária aos ministros que apreciam o caldo da impunidade.
O time de criminosos do colarinho branco que ainda esta trancafiado torce para que CL sirva o ragu do MAM em plenária.
Acreditam que ministros que agora ‘regurgitam’ o rango de 2016 possam leva-los a ver o fim da Copa nas suas cafonas e luxuosas residências, arrematadas com recursos desviados do Tesouro Nacional.

Artista visual. Participou da exposição Opinião 65 Mam/ Rio de Janeiro, Propostas 66 São Paulo, sala especial "Em Busca da Essência" Bienal de São Paulo e diversas exposições individuais no Brasil e no exterior. Foi diretor dos Museus da Funarj, Secretário de Estado de Cultura do Rio de Janeiro, diretor do Instituto Nacional de Artes Plásticas /Funarte e outras atividades de gestão pública em política cultural.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.