9 de agosto de 2022
Vinhos

Vinho Verde no Rio e o Decanter World Wine Awards


Nos dias 26 e 27 de maio aconteceu, no Iate Clube do Rio de Janeiro, o Vinho Verde Wine Fest, organizado pela Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes, que decidiu internacionalizar este evento.
Vinhos Verdes sempre foram apreciados por aqui. Na sua versão mais tradicional, tem baixo teor alcoólico, são muito refrescantes e ótimos companheiros para comidas leves e frutos do mar. Com estas características, são perfeitos para serem degustados no nosso clima, principalmente nos meses do verão, em toda a nossa extensa costa.
Participaram os seguintes produtores:

O Vinho Verde é um produto único, elaborado com castas quase exclusivas, em região demarcada no Minho. Existem brancos, tintos, rosés e espumantes, obtidos a partir das variedades brancas Loureiro, Alvarinho, Arinto e Trajadura, além de Vinhão e Espadeiro para os tintos e rosados.
Alguns produtores arriscam cortes com outras castas tradicionais de Portugal obtendo excelentes resultados.
São vinhos fáceis de serem encontrados em nosso país e de ótima relação custo x benefício, um verdadeiro ‘achado’. Em volume de exportação, ficam em segundo lugar, logo atrás dos afamados Vinhos do Porto.
Destacamos os seguintes produtores após a nossa degustação:
– Quinta de Lourosa
– Quinta da Lixa
– Quinta das Arcas
– Soalheiro
Um destaque especial para os vinhos da Adega Cooperativa Ponte da Barca, velha conhecida, que ainda produz o tradicional Calamares, seguindo a receita mais tradicional dos Vinhos Verdes. Embora o estilo possa parecer ultrapassado, ainda enfrenta, com orgulho, os seus concorrentes mais modernos, mostrando toda a versatilidade deste vinho único.
Decanter World Wine Awards
A revista inglesa Decanter, uma das mais importantes neste segmento, realiza anualmente uma gigantesca degustação, com vinhos de todo o mundo, para escolher os melhores.
Um resultado tão aguardado quanto os famosos 100 melhores de sua concorrente direta, a publicação norte americana Wine Spectator.
Neste ano foram testados 17.200 produtos que receberam prêmios divididos nas seguintes categorias:
– Platina, melhor do evento;
– Platina, melhor da categoria;
– Medalhas de Ouro, Prata e Bronze;
– Comendas diversas.
Seria impossível mostrar todos os resultados na nossa coluna. Lá no final está o link para quem quiser passar algumas horas se entretendo.
As surpresas de 2017 estão nas premiações Platina, algumas surpreendentes, que mostram o real objetivo e o alcance deste concurso.
Apresentamos um resumo a seguir:
– Melhor tinto varietal
Uma dobradinha uruguaia: Pisano Cisplatino Tannat 2015 e Bodegas Garzon Single Vineyard Tannat 2015.
Isto confirma uma tendência que já havíamos percebido. O Uruguai é a nova sensação da América do Sul. Malbecs e Carménères que se cuidem.
– Melhor branco do evento na categoria custo x benefício
Um vinho produzido na Inglaterra, o Winbirri’s Bacchus 2015.

Bacchus é uma casta que se adaptou bem aos solos ingleses. Tem ótima acidez e pode ser uma interessante alternativa aos vinhos produzidos com a universal Sauvignon Blanc.
– Melhor branco seco e aromático
Este prêmio foi para a República Checa. O vinho do produtor Sonberk, obtido a partir da casta Pálava, um provável cruzamento entre Gewürztraminer e Müller Thurgau, só existe por lá.
As notas de degustação mostram um vinho redondo e cremoso no paladar, com notas de pêssego e pera intercalados com um herbáceo ligeiramente amargo e amêndoas.
– Melhor Icewine
Nesta categoria, um vinho chinês levou o prêmio máximo.

O Yajianggu Winery Vidal Icewine recebeu 98 pontos dos jurados e foi descrito como untuoso, com notas de manga, abacaxi e lichia, com um surpreendente final licoroso. ‘Vidal’ é a casta.
Link para todos os resultados: http://awards.decanter.com/DWWA/2017
Saúde e bons vinhos!
Vinho da Semana: um ótimo vinho verde.
Este Vinho Verde Alvarinho Reserva 2015 – $$
Seco com aroma de frutos tropicais e notas minerais. Paladar envolvente, fresco e persistente.
Harmonização: Lagostim, Sardinhas grelhadas com batatas cozidas, Queijo Serra da Estrela, Pescada frita, Cavalinha, Bacalhoada, Risotos com Frutos do Mar
Compre aqui: www.vinhosite.com.br

 
 
 
 
EVENTOS – Tiradentes Vinho & Jazz
A Casa Rio Verde/VinhoSite estará presente no iradentes Vinho & Jazz Festival, de 2 a 4 de junho, com um estande no romântico Largo das Forras, principal praça da cidade. Serão oferecidos para degustação seis vinhos do portfólio da importadora mineira: Adega de Borba Galitos (Portugal), Alcanta Roble e Madame Bobalu (Espanha), Casanova Antaño Reserva Merlot e Torreón de Paredes Reserva Cabernet Sauvignon (Chile), Finca El Origen Malbec (Argentina).
A degustação dos vinhos funciona no sistema de cartelas, à venda no local por R$35 (Premium), R$50 (Super Premium) e R$65 ( Gold) , com direito a cinco taças.
Ambiente ideal para a perfeita harmonização entre vinho e jazz, Tiradentes é uma das cidades mais charmosas do Brasil e palco de vários festivais ligados à cultura e à gastronomia.

author
Engenheiro, Sommelier, Barista e Queijeiro. Atualiza seus conhecimentos nos principais polos produtores do mundo. Organiza cursos, oficinas, palestras, cartas de vinho além de almoços ou jantares harmonizados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.