Quando digo que a direita é frouxa, não me engano


Fomos às ruas no domingo e, muitos, por isso, pensaram que no dia seguinte estaria tudo resolvido.


Cantaram o hino… “Ou ver a Pátria livre ou morrer pelo Brasil”… mas, não é bem assim.

Acham que se muda um país que desde a fundação da sua Republica é comandada por todo tipo de oligarquia, sem sofrimento e a toque de caixa.

Não querem sofrer nenhuma consequência.

Curioso, notar, que durante essa farsa novelesca da pandemia, onde foram impedidos de circular, de trabalhar e de ter seus filhos nas escolas, ninguém achou absurdo nenhum.

Sim, teremos desabastecimento, teremos inflação e alta de preços.

Quem souber outra maneira de fazer acontecer, se pronuncie. Caso contrario, assuma a covardia e suas consequências. Sabe quais?

Quando estivermos sob o domínio de comunistas e do PCC, daqui e o de lá, tentem se queixar, se não levarem bala.

A hora é de resignação e coragem, os covardes, ao menos, fiquem em casa calados, que é o destino de vocês.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *