13 de junho de 2024
Uncategorized

As coisas mais simples…

Que tal perguntar, sem achar que já sabe a resposta?
Estamos ao invés de criar uma teia leve , harmônica, flexível e encantada de seres humanos conectados saudavelmente uns aos outros, criando uma prisão, nos acorrentando uns aos outros.
A agonia do “ online “ , ou do “ visto por último “, está deixando as mentes obstinadas pelo imediatismo de retornos..
Daqui a pouco vamos querer que o bebê venha ao mundo logo após o ato sexual….
É quase assim o que estamos vivendo, na realidade todos “ aprisionados “…
 
Saber esperar é das maiores artes da vida, quando somos capazes de entender o tempo necessário para que cada coisa aconteça..
Somos nós que provocamos que alguém minta pra gente
As respostas automáticas e imediatas podem ser úteis, mas podem causar um grande desastre..
A paciência, o entendimento do tempo necessário para o amadurecimento de cada coisa nesta vida, nos dá a calma necessária para nos tornarmos livres da corrente..
Ou seja , não ser mais um desesperado nesse mundo, em busca de respostas urgentes, soluções imediatas, que saciem a nossa insana ansiedade…
 
Ocupe-se de coisas boas e simples..
Estamos vivendo em uma prisão comunitária..
Não seja mais um…prisioneiro do medo…
Deixe as imagens que seu ego fabrica sobre você mesmo de lado…

O Boletim

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *