Nossa Senhora de Fátima

Comemora-se hoje o centésimo segundo aniversario da primeira aparição de Nossa Senhora em Fátima, que culminou com o Milagre do Sol, em 13 de outubro de 1917.

Milagre do Sol foi um fenômeno testemunhado por cerca de 70 mil pessoas em 13 de outubro de 1917 nos campos de Cova da Iria, perto de Fátima, Portugal. As estimativas do tamanho da multidão variam de “trinta a quarenta mil” por Avelino de Almeida, escrevendo para o jornal português O Século, a 100 mil, segundo estimativa de José de Almeida Garrett, professor de ciências naturais na Universidade de Coimbra. Ambos presenciaram o fenômeno.
De acordo com muitas indicações das testemunhas, “após uma chuva torrencial, as nuvens desmancharam-se no firmamento e o Sol apareceu como um disco opaco, girando no céu. Algumas afirmaram que não se tratava do Sol, mas de um disco em proporções solares, semelhante à lua. Disse-se ser significativamente menos brilhante do que o normal, acompanhado de luzes multicoloridas, que se refletiram na paisagem, nas pessoas e nas nuvens circunvizinhas. Foi relatado que o pretenso Sol se teria movido com um padrão de ziguezague, assustando muitos daqueles que o presenciaram, que pensaram ser o fim do mundo. Muitas testemunhas relataram que a terra e as roupas previamente molhadas ficaram completamente secas num curto intervalo de tempo, e, também relatam curas de paralíticos e cegos, assim como demais doenças não explícitas.”
De acordo com relatórios das testemunhas, o Milagre do Sol durou aproximadamente dez minutos. As três crianças relataram terem observado Jesus, a Virgem Maria, e São José abençoando as pessoas dentro ou junto do Sol. Outras testemunhas afirmaram ter visto vultos de configuração humana dentro do Sol quando este desceu.
O fato de o milagre ter sido anunciado antecipadamente, o abrupto início e final do evento sobre o Sol, a natureza diversa dos observadores, que incluía crentes e descrentes e o grande número de pessoas presentes põem uma barreira à hipótese de alucinação em massa. A existência de relatos de que a atividade solar foi visível por pessoas a até 18 quilômetros de distância do local também elimina a possibilidade da teoria de alucinação ou histeria coletiva.
Tentou explicar-se o pretenso milagre com base em fenômenos naturais. Entretanto, o fato inegável da predição de que ia ocorrer em determinada data sem qualquer previsão meteorológica, dispensa a explicação por fenômenos naturais.
O evento foi oficialmente aceito como um milagre pela Igreja Católica em 13 de outubro de 1930. Em 13 de outubro de 1951, o cardeal Tedeschini afirma que, em 30 de outubro, 31 de outubro, 1 de novembro e 8 de novembro, o papa Pio XII presenciou um milagre semelhante nos jardins do Vaticano .
A 13 de maio, na cova da Iria, no céu aparece a Virgem Maria. Ave ave ave Maria.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *