21 de maio de 2022
Lucia Sweet

E-mail do NYT


Recebi ontem à noite um e-mail do The New York Times dizendo que as PESQUISAS de boca de urna em Israel vaticinavam a derrota de Benjamin Netaniahu (porque hoje em dia as pesquisas estão mancomunadas – lembra dessa palavra? – com a imprensa para reforçar os ataques aos candidatos de direita no mundo inteiro. Abandonaram a ciência e os institutos tornaram-se negromontes, adivinhos, por isso uso o termo vaticinar. É proposital.
Pelo menos pararam de chamar os conservadores de “populistas”. Principalmente porque populista sempre foi um termo atribuído à esquerda, antes que decidissem mudar o sentido das palavras. Outro exemplo? Chamar ditadura de esquerda de “democracia”, vide PT, PSOL, PCdoB, PSB, DT et caterva.
Não dei a menor atenção à previsão e fui dormir, pensando que eu acabaria sabendo a verdade. Não deu outra. Recebi um outro e-mail hoje admitindo, ainda que a contragosto, a vitória do Premier amigo do Trump e do Bolsonaro.
Ou seja, a esquerda continua mais ativa do que nunca e agora é definitivamente uma “ideologia” globalista. Não querem mais um país, querem o mundo, como lularápio queria um continente, o nosso.
E o Zé Dirceu e a Dilma continuam soltos; a Gleisi, Maria do Rosário e a Kokay também. Essas três deveriam estar num zoológico.

author
Jornalista, fotógrafa e tradutora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.