Chega de hipocrisia


Vamos aos fatos , que são sagrados e foram totalmente distorcidos pela extrema esquerda do foro de S. Paulo que tomou o poder e decidiu reescrever a História do Brasil, ficcionada por seus asseclas dos meios acadêmicos, “intelectuais” e da imprensa.
Ao criticar timidamente o ex-presidente, que é uma vergonha nacional, a esquerda elogia suas “conquistas sociais”. Pura balela.
Lula, o Grande Mentiroso, a ”Péssima Ideia”, se apossou de programas sociais, rebatizando-os, tanto os de FHC como os do regime militar. Tudo para comprar votos.
Durante o regime militar o Brasil crescia mais de 10% AO ANO em média – em 68 foi para 14% – com 12 ministérios. O Brasil de Lula cresceu menos de 5% ao ano por inércia e de carona, graças ao crescimento de dois dígitos da China, que alavancou o crescimento mundial. O Brasil de Lula cresceu menos que os países da América Latina.
No regime militar a Petrobras aumentou a produção de 75 mil para 750 mil barris/dia de petróleo. Na era lulodilmista a Petrobras faliu e passou de segunda maior empresa do mundo para o 416º lugar no ranking, tornando-se também a companhia mais endividada do mundo.
Vamos também falar do crescimento negativo no governo da Dilma com seus 39 ministérios, a quem lula elogiou no show-missa a capacidade técnica; só se foi a de roubar. O PIB caiu de 2.6 trilhões de dólares para menos de 1.8 trilhão de dólares.
A dívida pública que durante o regime militar se encontrava na faixa de 10% do PIB, saltou para mais de 70% na era lulodilmista, ou seja, de $200 bilhões de dólares para $ 1.4 TRILHÕES de DÓLARES ( em dinheiro de hoje), mais de QUATRO TRILHÕES DE REAIS.
A renda per capita brasileira caiu 35% no período Dilma, a herdeira do lula, com um número devastador de desempregados e subocupados, segundo o IBGE.
Mais de 60% da população encontra-se endividada, sem contar que os impostos que se encontravam na faixa de 20% na Era militar, com educação, segurança e saúde de qualidade, saltaram para mais de 36%, sem saúde, sem educação e sem segurança com mais de 60 mil mortes violentas por ano, mais do que na guerra da Síria, que choca a humanidade .
Não podemos deixar de falar dos salários e regalias nos três poderes que subiram de maneira exorbitante, tendo sido criados mais de 200 mil cargos comissionados sem concurso, para aparelhar o Estado brasileiro. Sem falar nos cartões corporativos que tornam os salários ilimitados e os benefícios astronômicos.
A competitividade geral do Brasil que já não era grandes coisas, ocupando a 38º posição em 2009, despencou para a 56º em 2015. E deve ter despencado bem mais, mas não achei os dados.
E se chamarem de ditadura o regime militar, que tal pararem de defender Cuba, Venezuela etc.?
Ditadura é o que temos hoje, com um conluio entre as mais altas esferas dos três poderes, posta em prática sem contestação pelos 11 membros do STF, que mudam seu entender conforme o réu/criminoso – ou “paciente” como dizem nos julgamentos de recentes HCs de Lula, que só para lembrar, nem mais possui essa excrescência de foro privilegiado, que o Toffoli impediu que fosse reduzido, ao ver que 8 ministros votaram contra.
Além de transformar o país numa ruína ética, moral, social e material, o Brasil de Lula alcançou o último lugar entre 61 países no relatório de propina e corrupção publicado pelo conceituado do Instituto Para Gestão e Desenvolvimento (IMD ) , que integrou o relatório anual de competitividade de 2015 do Banco Mundial
Quando as pessoas vão se dar conta que Lula é um assassino MENTIROSO e psicopata? Corrupção mata.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *