Arte(?) proibida


Quem me conhece sabe que não sou nem nunca fui moralista. Mas não posso apoiar depravação como arte. 14 anos de extrema esquerda no poder e a Arte agora é o artista. O artista narcisista, medíocre e exibicionista que considera performance arte suprema acima da lei. Para mim isso é terapia experimental, não Arte. Interna num manicômio.
Um homem nu num museu deitado no chão e sendo tocado por uma criança é crime. Fico feliz de saber que o vereador Fernando Holliday, negro e homossexual, vai denunciar esse tipo de depravação. Segundo Holliday, “Talvez seja comum para eles uma criança envolvida em performances do tipo, só que a sociedade brasileira não é obrigada a assistir espetáculos de natureza criminosa e continuar calada”.
Não gostou do que escrevi? Pode me retirar por favor de sua lista de amigos.
 
Nossa “extrema-esquerda”
Outra coisa: chove, mas a extrema esquerda determina que faz sol. E parte para a agressão se você abre o guarda-chuva, dizendo que o guarda-chuva é censura à liberdade de expressão meteorológica.
Mais do que nunca vamos procurar nos cercar de pessoas harmoniosas que quando discordam de alguém usam ideias para debater, não xingamentos e pseudo-ofensas, o que eu só posso lamentar.
As ilusões não estão entre as coisas que podem ser reencontradas uma vez perdidas. Não pode haver amizade sem respeito.
Estamos presenciando a decadência de uma civilização destruída pela extrema esquerda só pelo prazer de destruir. Sem nenhuma esperança de transformação para melhor no horizonte. O caos causado pelo ódio e pensamento totalitário de uma minoria corrupta e autoritária que só quer luxo, riqueza e prazeres. Tudo bancado com o dinheiro de quem se mata de trabalhar para pagar impostos e sustentar essa corja.
Mentiras, mentiras e só mentiras.
Sinceramente. Além dos privilégios, mordomias (tipo contas de restaurantes caríssimos que nós, o povo, pagamos, viagens para cima e para baixo de jatinho, cartos blindados, seguranças fortemente armados enquanto o povo está desarmado e entregue aos bandidos, sem poder se defender exercendo a legítima defesa) e gastos obscenos dos parlamentares brasileiros que vivem como nababos e não pagam nem o próprio plano de saúde ilimitado para eles e filhos até 30 anos, mais DOIS BILHÕES para os partidos políticos que não passam de organizações criminosas??? É mais um crime praticado contra a população de palhaços brasileiros, na qual eu estou incluída, é claro. Estou indignada.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *