Há 8 anos…

Recordar é viver: Explica muita bola fora!

Se as paredes da concentração da Seleção Brasileira falassem… queria ver a cara dos torcedores e dos que usam aquela conversa “não gosto de Carnaval, não gosto de futebol, não gosto de Festa de São João, não gosto de Natal”. Não gosta. Ótimoooo! A maioria adoraaaa. Mas tem uma turma estraga prazer que quer deletar tudo isso do calendário. Primeiro destroem essas festas, mudam tudo por dentro, transformam em máfias e fazem o mesmo enfiando na cabeça dos que não gostam que eles são o fiel da balança. Não gosta? Problema seu.
O seu direito termina onde começa o meu. O meu direito termina onde começa o seu.

Isso vale pra tudo.

Tomar no bracinho ou não.

Tapar a carinha ou não.

Se juntar com outros ou não.

Opção sexual, gosto pessoal, Religião…

O que comer, quer ser vegan, seja, quer comer carne, coma. Ponto.

Quer beber, beba.

Mas não venha com discurso de que droga tem que ser liberada.

A bebida tem sua função terapêutica se você não sabia.

O álcool elimina bactérias, vírus, germes da boca, garganta e língua. Aproveita, bochecha e gargareja. Fazem isso há mais de mil anos.

Inclusive é o procedimento adotado pelo “Papa da Higiene na Alemanha Klaus-Dieter Zastrow : o coro médico e funcionários do maior hospital da Europa em Berlin usam esse procedimento. E lavam as mãos com sabão.

O mesmo é seguido em boa parte da Europa e em outros continentes.

Mas quanto ao Fofômeno…

Cada um dá o que pode “em campo” e recebe o que merece.

Foto da torcida abaixo…

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *