Extremismo

Extremismo e ignorância não tem lado caminham juntos. Exatamente iguais. São extremistas! Radicais! Alucinados.
E pegam em cheio as pessoas de bom coração e fracas de análise.
Ter bom coração apenas pode nos jogar nas piores ciladas.
E não interessa o lado, seja esquerda, direita ou em cima do muro.
E é um prato cheio para mau caráter, gente com baixa autoestima.
Aqueles feios, limitados intelectualmente. Não adianta.
Podem marcar bem o exemplo do Adolfinho, aquele…
Na Europa todos aprendem música na base desde séculos seculorum. E aprendem Artes.
O tal era medíocre em tudo.
Até aquele livro… quando liberado para venda, foi piada especialmente nos países de Língua Alemã:
” quem vai comprar? Ninguém!
Quem vai dar de presente, ninguém!
Quem vai ler? Ninguém.
Não é Crime, mas é Castigo!”
(Pra quem não sabe, Crime e Castigo é um clássico da Literatura, cujo autor é o russo Fiódor Dostoiévski).

Passem a observar que há uma ala radicaloide que vem crescendo, usa o Olavo de Carvalho em interpretação livre. Se colocam como “discípulos dele”. Querem usar o nome dele e garantir o rebanho: aqueles que chegam e querem um Brasil diferente. E são alvo fácil.

Afinal em mais de 20 anos de esquerda o Brasil é o país que tem mais faculdades e nível até de doutorado aponta que cerca de 60% não escrevem um texto básico com princípio, meio e fim.

A Índia, a China tem o mesmo número de faculdades que o Brasil e uma população pelo menos 5 vezes maior. Mas ambos os países mantém a Universidade com o mais alto nível, caminhando em paralelo com as Unis por excelência da Europa e Israel.
(USA deixou de ser referência no conjunto da obra graças à esquerda de Clinton a Obama)

O grupo dentro da ala conservadora é o mesmo radical que acelerou o caos na esquerda. Na verdade, o que eles querem?

Lembremos os “pelegos do ABC”, nome dado pela própria esquerda a Lula, Zé Dirceu e Zé Genoíno.

Quando os pseudointelectuais de famílias tradicionais de São Paulo, Rio e do Nordeste, passaram a bola para semianalfabetos que alavancaram os broncos, especialmente os tapados do sindicalismo, como um Olívio Dutra no posto de Conselheiro do Banrisul, lá no Rio Grande e na sequência tentaram radicalizar com a ala abilolada da Dilma, chegamos ao fundo do povo.

O Brasil é o número 2 em analfabetismo atrás do Congo, dominado pelo crime organizado e pela droga. O campeão em gravidez na infância e tráfico de crianças e órgãos. Ali, em paralelo com a Síria ou com os “campos de refugiados da ONU”, o lugar que vende-se, troca-se e o horror acontece.

Queremos o fim da PM.

Bolsonaro insiste, ele tem que aprender.

Vamos ensinar o Presidente. Vamos mostrar como se faz. Ele vai ver.

Rock é satânico, abortista e leva às drogas.

Feminismo é coisa da esquerda. A palavra não pode ser usada.

Quem falar bem da China ou do Putin: massacre!

Bolsonaro não tem que negociar com a China e a Rússia.

Damares disse que é feminista. Ela tem problemas. Damares tem que sair.

Carlos Vereza não presta

Regina Duarte não passa de uma carinha.

Regina Duarte serve à Esquerda.

Já que o Alvim fez esse infeliz discurso nazi, vamos emplacar o judeu.

Foi a produtora da mulher do Noblat, não foi o Alvim que quis. Foi obrigado.

Não, não, não somos radicais, os filhos do Bolsonaro estão com a gente.

Carlos Bolsonaro está contra a Regina.

Carlos vai detonar a Regina.

Essas frases são todas da ala extremista…

Muitas ditas pela esquerda também.

Lembrem-se que essas pessoas enviam páginas para você curtir e com siglas de Partido. Lembre-se daqueles do PSL que levaram Bolsonaro a deixar o partido.

Traíras!

E eles já começaram a criar páginas do novo partido, não são partidários dele. Apenas se utilizam da sigla em benefício próprio.

Todo cuidado é pouco.

Radicais extremistas entram no poder.

E dizem que a família tem livre arbítrio, depois se transformam em aiatolás e eliminam os que estão do próprio lado. Eles estão lá comprando curtidas, colocando gente deles. Isso mesmo!

E de dentro de instituições públicas, pela esquerda e pela direita. Às nossas custas. Extremistas…

Deus não deu asa a cobra.Ela precisa rastejar para cumprir o papel de eliminar ninhos de insetos, ratos e garantir o equilíbrio da natureza.

Já a ignorância tem asas. Corte as asas dela enquanto é tempo. Antes que seja tarde demais.

Apoie o governo. O presidente, os ministros, os filhos do presidente.

(A resposta do Carlos Bolsonaro na foto abaixo vale para a esquerda radical e para a direita radical.

Resposta pra entalar o grupo “ninguém larga mão de ninguém” e o grupo “fogo amigo terraplanista”)

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *