Escreveu, não leu, o pau comeu!

Sebastian Kürz não é  Tião Curto. Não entende do assunto?  Não dê pitaco sobre o que não sabe…

Sebastian Kürz tem 33 anos. É diplomata do Partido Democrata-Cristão Conservador. Ele foi chanceler da Áustria de dezembro de 2017 a maio de 2019 com um governo totalmente de Direita e como destaque tinha como Ministro do Interior Herbert Kickl, um velho e experiente político de Direita, que colocou ordem na casa e garantiu no acordo de coligação entre partidos um documento chamado  “Juntos pela nossa Austria” (Zusammen Für Unser Österreich) que fortaleceu a segurança interna, reduziu impostos, e cortou benefícios a refugiados, inclusive colocando os  islâmicos  que mamavam e trapaceavam  no quesito asilo num acampamento e de lá “rua!” .

Mas a turma da Merkel e do Bill Gates, Soros, Macron, globalistas e Cia Ltda,  armou uma arapuca – filmaram o vice-chanceler  austríaco no verão na Espanha,  grogue (colocaram um algo mais na bebida dele), dizendo a uma puta russa que foi apresentada como empresária querendo abrir um grupo de mídia na Áustria, que criasse uma fundação para facilitar os negócios. (E pensar que FHC e Lula fizeram isso e estão soltinhos…)

Uma bobagem, mas a mídia alemã de esquerda ,orquestrada por Merkel, pressionou de tal forma que Kürz – inexperiente – demitiu o tal ministro. Houve protesto popular e todooooo o ministério se demitiu.

Resultado:

a presidente da Suprema Corte assumiu e fez a transição para novas eleições. Sebastian Kürz se reelegeu em janeiro deste ano mas precisou fazer aliança com partidos “moderados à esquerda”.

Obs:  quem escreveu na postagem em foto anexa ouviu o galo cantar e afirmou que é grilo falante.😉

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *