Corrente Humana na Tríplice Fronteira – 2020

Precisamos nos unir. O mundo corre perigo e juntos somos mais. Um vírus com uso político ameaça a nossa liberdade com restrições desnecessárias.

Uma Corrente de Paz aconteceu no sábado, 3 de Outubro, às margens do lago Bodensee na região dos Alpes. O lago também conhecido como Lago de Konstanz, reúne três países. Assim, austríacos, suíços e alemães se deram as mãos pela Paz, Amor e Liberdade.

https://confrariadeelite.com.br/wp-content/uploads/2020/10/WhatsApp-Video-2020-10-06-at-19.13.04.mp4?_=1

Os protestos na Europa têm reunido cada vez mais pessoas. Não acontecem mais apenas aos sábados, mas aos finais de semana e todos os dias da semana. O carro chefe é a Alemanha onde tudo começou.

Se eles querem o controle global, nós queremos ser livres e que o mundo se dê as mãos por liberdade, paz e união.

Neste “Despertar” há cada vez mais pessoas e espero que você seja mais uma delas.

Corrente Humana na Tríplice Fronteira – 1989

Darja Paulaskiene

A corrente humana que reuniu três países no lago de Konstanz tem precedente histórico.

No cinquentenário do Pacto Hitler-Stalin, mais de um milhão de estonianos, letões e lituanos se deram as mãos para demonstrar unidade no desejo de liberdade e independência da União Soviética.

Os movimentos de frente popular chamados Rahvarinne (Estônia), Tautas Fronte (Letônia) e o Sajudis fizeram um abaixo-assinado.

Na Lituânia 1,2 milhão de pessoas assinaram o apelo do Báltico à República Federal, à RDA (República Democrática Alemã / DDR), à União Soviética e à ONU para anular todo o tratado germano-soviético.

O Comitê Central do PCUS (Partido Comunista da União Soviética) condenou a manifestação como extremista e prejudicial ao povo soviético chamando os partidários da Independência do Báltico de lunáticos e traidores.

É bom lembrar que com o Pacto Hitler-Stalin, o protocolo adicional secreto, a fronteira germano-soviética e o “tratado de amizade”, Estônia, Letônia e Lituânia foram incorporados à União Soviética. E, em junho de 1940 começaram as deportações em massa, principalmente de membros da elite burguesa do Báltico para os campos de trabalhos forçados do Gulag.

Em 1945 e 1949 houve novas deportações em massa nos Estados Bálticos e centenas de milhares de cidadãos soviéticos de língua russa foram assentados com o objetivo de “russificar”as novas Repúblicas.

A Corrente Humana de Vilnius, na Lituânia, passando por Riga, na Letônia, até Tallinn, na Estônia é a maior da História.

Tentam repetir a História, desta vez com um pacto global, para transformarem em escravos todos os cidadãos do mundo.

Primeiro geram o medo, colocam focinheiras, destroem a economia. Depois vacinam, incluem mecanismo de controle como chip, usam polícias ou milícias treinadas, incluem torres de radiação 5G e 6G para diminuir a imunidade.

Se você não acordar agora e reagir, amanhã pode ser tarde demais.

Desperte! Acordar é muito pouco!

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *