14 de julho de 2024
Colunistas Ilmar Penna Marinho

O fim da pandemia e a insensatez humana

Faz 2 anos que o vírus mortal de origem chinesa propagou um surto pandêmico mundial, vitimando nações inteiras, ricas e pobres, enlutando famílias e aprisionando o cotidiano numa tragédia humanitária.

Quando a pandemia entrava numa controversa fase de declínio de menos infectados e óbitos, eis que explodiu um terremoto geopolítico: a Rússia invadiu a indefesa Ucrânia.

A raposa siberiana, Vladimir Putin, com tanques e misseis obstina-se em restaurar as fronteiras do império do terror comunista da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas.

Em resposta, 147 países, incluso o Brasil, condenaram na ONU a intolerável invasão.

Como fica o mundo e o Brasil com a pandemia não extinguida e a ameaça de uma possível guerra mundial?

A persistir o impasse de forma profunda e prolongada com os graves desdobramentos das sanções econômicas impostas pelo Ocidente à Rússia e da retaliação russa pelo embargo de suas exportações vitais para a economia ocidental, só aumentaram as incertezas sobre o futuro da Europa, dos Estados Unidos e talvez do planeta diante da insensatez humana.

O Brasil, vitorioso com a vacinação em massa, que atingiu 84,4% da população, segue com a sua política externa, a serviço da paz entre as nações e do cessar-fogo imediato.

O país vive um ano eleitoral com uma cada vez mais aguerrida polarização,

O Foro de São Paulo, reduto de comunistas e petistas fechou suas portas.

A cúpula do PT se mantém silente em solidariedade ao bem-amado ditador Putin, merecedor do repúdio mundial.

Mas, a ex-presidentA Dilma Rousseff, vivendo às custas do sofrido contribuinte, quebrou o silêncio e nos brindou com mais uma pérola de sabedoria para o anedotário pátrio:

– A OTAN é para manter a União Soviética fora, os americanos dentro, e os alemães… è…é… diziamos assim reduzidos, diminuídos…isso é uma tradução da seguinte citação inglesa: “keep de Soviet Union out, the americans in, the germans down, esta é a…a… vamos dizer o espírito para qual a OTAN foi criada…Enfim, a OTAN teve vários percalços.”

Alguém entendeu o “espírito” do erudito comentário para elucidar o que vem pela frente?

Só no Brasil um ex-presidiário-ex-presidente, solto pela escandalosa decisão do Supremo, que também o tornou candidato presidencial em 2022, continua apoiando a desastrosa Dilma, expulsa do governo, condenada por crime de responsabilidade.

O candidato Lula, interrompeu a fracassada campanha e por aonde vai é recebido aos gritos de “ladrão” para defender a “necessidade de dialogar com políticos que apoiaram” a destituição da Dilma.

A luta não será fácil…Tem gente que fala: pô, lula, você conversou com um cara que votou no impeachment. Se não for conversar…vou deixar de conversar com pelo menos 400 deputados… Como a gente constrói? (OGLOBO – 11.03.2022)

Tudo sob medida no tom debochado de sempre e no riso cínico do bêbado errante para a enganadora pesquisa do IPES gratificar o ex-presidiário Lula (PT) com 43% das intenções de voto, seguido do presidente Jair Bolsonaro (PL), com apenas 28%!

A vitória da verdade virá na apuração dos confiáveis votos impressos das urnas, desmitificando as fajutas pesquisas prévias, como ocorreu na eleição passada, em que a votação final consagrou a candidatura bolsonarista,

Só que será desta vez uma vitoriosa reeleição…

Que Deus proteja o Brasil da corja petista e condene a Suprema impunidade.

Ilmar Penna Marinho Jr

Advogado da Petrobras, jornalista, Master of Compatível Law pela Georgetown University, Washington.

Advogado da Petrobras, jornalista, Master of Compatível Law pela Georgetown University, Washington.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *