Ressurreições, travessias e promessas de um mundo melhor

Fiquei pensando aqui em que tipo de post poderia fazer, relacionando a Páscoa ao universo dos automóveis. Daí me lembrei dessa imagem clássica, criada originalmente para um antigo anúncio da VW (acima e no final do texto). Ela mostra um Fusca como um ovo, ou melhor, encaixando o carro dentro do formato de um ovo. Ovo de Páscoa, carro… pronto, resolvi o meu problema.

Foi então que me dei conta de que, neste mesmo período, comemora-se também o Pessach, também conhecido como “a Páscoa judaica”, que marca a libertação dos hebreus da escravidão a que estavam submetidos no Egito, cerca de 1.500 anos antes de Cristo. Já que usei um Fusca ovo, pensei numa imagem do mesmo carro, atravessando o deserto – a travessia é um dos símbolos mais fortes desse episódio bíblico (abaixo).

Sem entrar em detalhes religiosos (que não são, mesmo, a minha especialidade), acho que podemos fazer analogias em relação a alguns dos significados de ambas as festas com o momento que vivemos. Da Páscoa cristã, a ressurreição. A epidemia e o complicado contexto político atual poderiam ser interpretados, quem sabe, como um suplício pelo qual passamos e que terminará a chegada em um período melhor para a humanidade.

De forma semelhante, o longo período (40 anos) de travessia do deserto (entre o Egito e Israel), durante o qual os recursos eram escassos e o esforço grande, tem como destino a chegada a uma terra de liberdade e fartura.

Embora tenha – e tenho mesmo – fé em relação a esse futuro mais auspicioso, penso que o tão desejado desenlace para isso tudo dependerá principalmente de tirarmos lições sobre o que hoje passamos. Espero que isso tudo nos amadureça para que sejamos capazes assumir a responsabilidade de preparar um renascimento, uma chegada a um tempo em que possamos viver com mais saúde, paz, justiça e compreensão em relação ao próximo.

Uma boa Páscoa, um bom Pessach e, sobretudo, um bom futuro para todos.

Fonte: Blog Rebimboca

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *