26 de maio de 2022
Adriano de Aquino Colunistas

É grande o assanhamento no Congresso Nacional

Que os parlamentares há muito tempo e por muito dinheiro perderam a vergonha, todo o país sabe.

Agora,  saíram do armário e decidiram governar o país.

Entre os primeiros atos de governo decidiram acabar com a validade legal das gravações investigativas de suspeitos de envolvimento em corrupção (a maioria dos assanhados congressistas).

Parece que a retranca do executivo em dificultar as ‘vantagens’ da governabilidade está levando os caras ao desespero.

Por isso estão dispostos a tudo. Até mesmo criar um Parlamento Britânico caipira no cerrado, para tomarem o governo na marra.

A PEC 49/2019 é a primeira ferramenta de ‘política econômica’ do governo dos ‘macaquitos’ do parlamentarismo picareta.

No próximo ano a cúpula do parlamentarismo fake, decidirá sobre os repasses de verbas públicas para as emendas dos ‘macaquitos’ que serão destinadas para os municípios.

A bandeira é que essa manobra acontecerá em pleno ano de eleição municipal, nas bases eleitorais dos macaquitos.

É mais uma jogada que – agregada aos métodos obscuros de controle do fundo partidário – irá sufocar qualquer perspectiva de alternância de poder nos Estados e municípios.

É claro que uma PEC com esse perfil só poderia sair da cabeça da Gleisi Hoffman.

Artista visual. Participou da exposição Opinião 65 Mam/ Rio de Janeiro, Propostas 66 São Paulo, sala especial "Em Busca da Essência" Bienal de São Paulo e diversas exposições individuais no Brasil e no exterior. Foi diretor dos Museus da Funarj, Secretário de Estado de Cultura do Rio de Janeiro, diretor do Instituto Nacional de Artes Plásticas /Funarte e outras atividades de gestão pública em política cultural.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.