9 de agosto de 2022
Adriano de Aquino

Moro e o bom combate


Ao agradecer os que apoiam as mudanças, Moro, revelou sua habilidade Política (P maiúsculo) na condução das reformas. Esse é o bom combate!
Agradecer aos que lutam por mudanças, expõe automaticamente à nação quem são os reacionários que ‘resistem’ em manter seus interesses e garantir ‘status quo.’
Ao agradecer o apoio, Moro evitou desgaste desviando do foco preferencial da mídia em pautar os confrontos como vetor preponderante da ingovernabilidade.
Aplausos!
Enfatizado o FOCO na visibilidade na rede para os parlamentares que ‘lutam’ por reformas, desviando do foco nos ‘reacionários’ que se opõem às reformas, complemento: no meu entender, indivíduos irascíveis se lixam para propaganda negativa.
Muitos são corruptos notórios! Apesar de terem essa pecha colada em seus nomes, vencem eleições. Eles sabem que as críticas e a péssima fama não repercutem nos seus currais eleitorais. Ao contrário, acreditam que a maciça visibilidade, mesmo negativa, soma a favor para bombar suas popularidades.
Creio que a boa estratégia é ampliar a visibilidade na rede para os parlamentares que almejam mudanças.
São eles que poderão ampliar o quadro de apoio e fazer diferença nas votações.
Em vista disso, fiz uma seleção randômica dos deputados que votaram SIM para manutenção do COAF na pasta da Justiça.
É dispensável explicar porque na minha seleção não constam os blocos em que os parlamentares seguem o voto cabestrado.
Nessa ‘pesquisa’ dei preferência a nomes curiosos e surpreendentes.
Um, em particular, por ser homônimo de um ministro de estado e votou NÃO, entrou na minha lista só porque se chama Paulo Guedes PT/MG.
Alguns parlamentares eu não conhecia. Outros já ouvi falar e outros são estreantes. Por isso me dispus a procurar seus votos em matéria polêmica de interesse secundário, para avaliar até onde esses parlamentares que votaram a favor de manter o COAF na esfera do MJ, podem apontar uma tendência de ampliação de votos em favor das reformas – de fato- cruciais para a nação, como as da Justiça/ Segurança Pública, Previdência, Administrativa e Tributaria.
Dos 210 deputados que votaram SIM, destaquei: 🤣 Boca Aberta PROS/PR, Andre Janones AVANTE/MG (único parlamentar da legenda de seis parlamentares a votar SIM), Tulio Gadelha PTB/PE( 😲namorado da Fátima Bernardes), JHC PSB/AL, Vermelho👝 PSD/PR, Célio Studart PV/CE, Dr. Leonardo SOLIDARIEDADE/MT e Eli Borges SOLIDARIEDADE /TO (dois únicos de uma bancada de treze deputados a votar SIM).

Artista visual. Participou da exposição Opinião 65 MAM/RJ. Propostas 66 São Paulo, sala especial "Em Busca da Essência" Bienal de São Paulo e diversas exposições individuais no Brasil e no exterior. Foi diretor dos Museus da FUNARJ, Secretário de Estado de Cultura do Rio de Janeiro, diretor do Instituto Nacional de Artes Plásticas /FUNARTE e outras atividades de gestão pública em política cultural.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.