Estátuas, monumentos, história… o que significam?

Foto: Google – Euronews

Amigos, realmente, diante dos últimos acontecimentos e manifestações (sempre o mesmo grupinho no final) depredam e agridem policiais que estão, simplesmente fazendo seu trabalho e colocando sua integridade física à prova, para defender nossa democracia nos limites que a Constituição define.

Pensando e filosofando um pouco, a raça humana acabou… não deu certo… precisa de um reset, uma nova reinicialização…

Não importam as raças, origens e cores: se brancos, negros, amarelos, vermelhos ou verdes… Ops… de repente os “verdes” (não os políticos do PV) seriam uma solução… sim os ETs, marcianos ou sei lá de onde, com aquelas cabecinhas muito maiores do que o corpo, poderiam gerar uma nova população para nosso planeta, certamente, o que não seria difícil, com conceitos e ideias muito melhores dos que as que temos hoje.

Mas depois que se prende autoridades públicas brasileira, pelo país afora, em vários estados, desviando os recursos já escassos, destinados à saúde, em plena calamidade pública devido a uma pandemia… o que fazer com estas “pessoas”?… a nossa legislação, leniente como sempre, nem os considera como crime hediondo… o cara vai preso, assina um Termo Circunstanciado, paga a fiança e vai pra casa, responder ao processo em liberdade…

Sim, isto é o que diz a nossa Constituição: a regra é responder o processo em liberdade. Lembrando sempre que esta Constituição foi promulgada no conceito “pós-recente-ditadura”. Sim é uma palavra nova que não tem em qualquer corretor, mas seu sentido é perfeito. Tudo foi feito com o medo do que acabáramos de passar. Mais de 20 anos de ditadura. Hoje, a maior parte dos artigos não estariam em nossa CF, certamente.

Pra variar, desviei do assunto e o Editorial vai ficar maior do que meu espaço, mas como eu sou o Editor, permito-me esta “vantagem”, lembrando sempre que “quem escreve muito tem mais chance de escrever besteira”. Mas prefiro correr o risco e liberar meus instintos…

Volto para as estátuas e monumentos:

De forma alguma posso concordar com a destruição ou pichação de estátuas e monumentos.

História é história, e, pra mim, NÃO PODE E NÃO DEVE SER APAGADA OU MANCHADA. Ela tem que estar presente para nos lembrar do que aconteceu e da forma como aconteceu. De um lado, para não permitirmos sua volta, se hoje considerarmos absurda sua lembrança; de outro lado para nos mostrar o que houve e que não deve ser repetido.

A destruição da estátua de Borba Gato, por exemplo (apenas por ser o mais recente por aqui), foi um absurdo. Ele foi um Bandeirante que cumpria ordens e desbravou o país… o que ele fez para isso? Dizimou índios e quem mais apareceu pela frente para chegar, conhecer e explorar o nosso centro-oeste. Sim, para isso ele cometeu atos que hoje seriam crimes, mas não o eram à época. Ele e os demais Bandeirantes foram considerados heróis desbravadores. O que fizeram era considerado normal em sua época. Devemos escondê-los? Não! Devemos cultuá-los? Não! Mas sim, temos que tê-los em nossa memória.

Estátuas de Imperadores, pelo mundo afora, representam uma época. Era padrão, por exemplo (embora condenável sempre) o escravagismo. Os caras não estavam descumprindo a lei, seguiam-na literalmente e aos costumes da época… só por isso vamos retirar suas estátuas? Não, elas nos contam a história.

Pelo mundo todo há monumentos e/ou estátuas que representam épocas/personagens importantíssimos na história mundial como, por exemplo apenas dois: o Arco do Triunfo e o Muro de Berlim, este derrubado, em parte, mas vivo, para que nenhum alemão ou qualquer outra pessoa esqueça que o país, uma cidade foi dividida por divergências políticas. A Alemanha e o mundo estão muito melhores hoje do que eram à época. Super país!

Quando vemos uma estátua de Dom Pedro (tanto faz se o I ou o II), estaremos vendo um escravagista? Não, eles nunca defenderam a escravatura. Usavam-na, naturalmente, porque era normal em sua época… daí teremos que retirar ou destruir todas as suas estátuas e bustos? De jeito algum! São nossa História!

E Auschwitz? Um crime enorme contra a humanidade. Deve ser demolido e esquecido? Foram mais de 1 milhão e meio de judeus mortos naquele lugar… não podemos admitir sua destruição ou que aquele “monumento” seja desfigurado ou esquecida sua utilidade à época. Temos que lembrar sempre das barbáries cometidas naquele lugar para que este fato nunca mais se repita! Não conheço Varsóvia, mas tenho relatos de amigos que, após a visita guiada, choravam e não conseguiam parar… soluçavam… Isso pode ou deve ser apagado, destruído? De forma alguma!

História é história. Deve ser mostrada e contada; seja ela ruim ou boa nos conceitos atuais, mas temos que conhecê-la para que, se ela for ruim hoje, não se repita e se for boa, que possamos repeti-la.

Por exemplo: Churchill, Stálin, Mussolini, Hitler, Roosevelt, Alexandre O Grande, Napoleão, os Reis e Rainhas e conquistadores pelo mundo (qual o país que tem Monarquia que não foi conseguida por invasões e violência?), foram figuras importantes na História da Humanidade e, em alguns lugares são lembrados. Sim lembrados! Alguns cultuados ou adorados como se fossem deuses, em outros odiados e repudiados… mas são História!!!

Por exemplo: em países de regime ditatorial, como em alguns países árabes, as estátuas são encomendadas e feitas pelos próprios ditadores… não, pra mim, elas não contam a história, ela, simplesmente, fazem o povo ver “quem é que está mandando naquele momento”. Por exemplo, a derrubada, pelo povo iraquiano da estátua de Saddam Hussein foi um ato simbólico e deve ser entendido como tal. Esta estátua não contava história, ela só mostrava a quem eles deveriam obedecer.

Como seria o mundo hoje se todos eles não tivessem agido como agiram? Mudariam o rumo da história. Sofremos e aprendemos muito com eles… o que fazer e o que não fazer. Não podem ser esquecidos! Para o bem ou para o mal!

Pra mim, é um crime contra a humanidade destruir qualquer estátua ou monumento que represente alguém ou algum momento importante da História!

Deixemos sempre que a História defina quem deve ou não ficar em nossa memória, mas não a escondamos só porque hoje ela nos parece feia.

Notícias Relacionadas

3 Comentários

  • Avatar
    Rute Abreu de Oliveira Silveira , 25 de junho de 2020 @ 10:07

    Perfeito o seu texto, amigo!
    Compartilhado com orgulho no Facebook.
    Destruir assim a História de um lugar é um ato de ignorância extrema. Preservá-la porém, nos mostra o quanto evoluímos para entendê-la, aceitá-la e à partir daí direcionaremos o que queremos deixar como História para as gerações futuras.
    Estou indignada com esses atos. Imagine que tem louco dizendo que a estátua do Cristo Redentor não deveria estar lá, pois é uma forma de homenagear a “ supremacia branca”.
    Temos hoje em dia uma coleção de asneiras ditas por pseudo intelectuais que chegam a beirar o absurdo da ignorância humana. Que Deus nos guarde nesses “ tempos de trevas”
    Rute Silveira

    • Avatar
      admin , 25 de junho de 2020 @ 11:21

      É amiga… as coisas estão ficando absurdamente “politicamente corretas”…
      bjs e, como sempre, obrigado pela leitura e comentário.
      Valter

  • Avatar
    Ademar Amâncio , 1 de julho de 2020 @ 05:45

    Tema explosivo,ainda bem que não levantaram estátuas a Hitler,rs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *