Queijos artesanais


Tem uma notícia que passou em branco, ou não ganhou a repercussão que merecia, por óbvio: o que sai desse governo tosco, ainda que seja importante para o país, não presta.
Curioso é que eu tenho a impressão que todos os males desse país começaram em janeiro. Não havia fome, violência, criminalidade ou corrupção. Éramos felizes e nem sabíamos. SQN.
Isso é tão babaca quanto as bobagens que o presidente fala. Para de show, desce do palco.
Mas eu sou carne de pescoço. Bora lá: além da abertura do mercado chinês para leite em pó e queijos brasileiros, o governo regulamentou a venda de queijos artesanais.
Tô nem aí para os números, sei apenas que são altos. Milhares de pequenos produtores serão beneficiados, assim como suas famílias, cooperativas e por aí vai.
Em 2017, a chef Roberta Suldbrack viu fiscais a Vigilância Sanitária descartarem, jogarem fora, desperdiçarem algumas centenas de queijos extraordinários (muitos apreciados e elogiados na França) durante o evento Rock in Rio.
Um prejuízo perto de R$ 400 mil. A Roberta usa muito esses queijos, gosta de prestigiar pequenos produtores que fazem produtos de qualidade.
Vendo há pouco um vídeo a respeito dessa iniciativa, chorei olhando um produtor de pouco mais de 80 anos comemorando. Agora ele vai vender seus queijos legalmente. Feliz.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *