Freiburg Im Breisgau

Freiburg im Breisgau é uma linda cidade universitária no sudoeste da Alemanha, na região de Breisgau, no limite oeste da Floresta Negra. Não confundir com a Freiburg suíça, de onde vieram os imigrantes que fundaram Friburgo, na serra fluminense.

Nesse ano de 2020 Freiburg completa 900 anos. Foi em 1120 que o duque de Zähringen fundou a cidade, na época um punhado de casas que orbitavam no entorno de seu castelo.

Foi concebida como uma cidade de livre mercado, daí seu nome (frei=livre e burg=cidade).

Possui hoje cerca de 230 mil habitantes, dos quais 20 mil são estudantes universitários. Tem localização privilegiada: está a 50min de carro de Colmar, na Alsácia, e ao sul está a 1h de carro da fronteira com a Suíça. Muito atraente, não? É também conhecida pelo bom tempo, com menos chuva e frio, pelo menos para os padrões alemães.

A catedral se destaca na parte histórica de Freiburg im Bresgau. (Fonte: Mônica Sayão)

Mas para nós, viajantes incansáveis, o mais interessante é sua parte turística. O centro histórico medieval é muito lindo, e foi quase todo meticulosamente reconstruído, no estilo original, por causa da destruição por bombardeios na Segunda Guerra. Pois é, a guerra de novo! Difícil falar da Alemanha sem comentar sobre a estupidez de uma guerra e suas consequências devastadoras, em todos os sentidos.

Por sorte e certamente por milagre, a magnífica catedral de Freiburg não foi atingida. Ela é o maior símbolo da cidade e sua maior atração. Localizada na Münsterplatz (Praça da Catedral), reina soberana com sua torre única de 116m de altura e seus lindos vitrais coloridos. Começou a ser construída a mando do duque de Zähringen na época da fundação da cidade – estamos falando de século XII.

Fachada principal da catedral com sua torre única. (Fonte: Mônica Sayão)
Linda composição emoldurando a porta principal da catedral. (Fonte: Mônica Sayão)
A feirinha diária se desenvolve na frente e nas laterais da catedral. (Fonte: Mônica Sayão)

A vocação para o comércio do entorno da catedral é mantida até hoje. Todos os dias, na parte da manhã, produtores locais trazem seus produtos para serem vendidos na feira. É um mercado de rua encantador. Há frutas, legumes, flores, pães, queijos, salsichas e artesanato. Uma delícia para ver, comprar e degustar!

Já comprei muitas rosas aqui para presentear amigas alemãs. (Fonte: Mônica Sayão)

Kornhaus (Casa dos Grãos), também reconstruída por causa dos bombardeios.  A Münsterplatz é cheia de restaurantes e cafés. (Fonte: Mônica Sayão)

Na Münsterplatz encontra-se também outra construção que merece nossa atenção: é a Historisches Kaufhaus (Mercado Histórico). Esses mercados foram criados na Idade Média como um lugar oficial de armazenagem de mercadorias trazidas para a cidade enquanto os oficiais locais e mercadores resolviam os trâmites das transações de compra e venda. Possui uma fachada linda, muito rica e elaborada. Há um grande pátio interno que hoje é utilizado para eventos ao ar livre. Há também alguns cômodos muito bonitos que só são abertos ao público durante apresentações especiais, como uma orquestra por exemplo.

Historisches Kaufhaus (Mercado Histórico) – fachada maravilhosa! (Fonte: Mônica Sayão)

Freiburg era murada na Idade Média e havia várias portas de entrada. Hoje só existem duas delas: a Schwabentor e a Martinstor, ambas construídas no século XIII. A Schwabentor permanece com seu desenho original. A Martinstor foi um pouco modificada no século XV, tornando-se mais alta e com acréscimos de elementos decorativos góticos.

Cidade murada na Idade Média com suas portas de entrada: hoje só restam duas delas.  Dá para ver claramente a catedral e o castelo na colina construído pela família Zähringer, que hoje não existe mais. (Fonte: wikiwand.com)
Porta Schwabentor, com sua torre de vigilância (Fonte: Mônica Sayão)
Porta Martinstor: modificações feitas no século XV. (Fonte: Mônica Sayão)

Outra praça bem bonita em Freiburg é a Rathausplatz (Praça da Prefeitura), onde por sinal estão duas prefeituras lado a lado: a antiga (construção de cor tijolo na foto abaixo) e a nova (cor branca). Dá para notar bem as diferenças de estilos arquitetônicos. O entorno dessa praça é muito simpático, com vários cafés e lojinhas simpáticas.

A Rathausplatz, com as duas prefeituras: a antiga (cor tijolo) e a nova (branca). (Fonte: Mônica Sayão)

Freiburg tem um atrativo extra que são os “Bächle”, estreitos canais abastecidos pelas águas pelo rio Dreisam, que corta a cidade. Há registros desses canais desde o século XIII. No passado foi uma boa ajuda para combate a incêndios, o que era bem comum nas cidades medievais.

Hoje é puro prazer e diversão para as crianças nos dias quentes. São encontrados na parte antiga da cidade.

As “bächle” – canais com água do rio Dreisam, que são encontrados na parte histórica de Freiburg. Alegria das crianças! (Fonte: Mônica Sayão)
Parece irresistível… (Fonte: Mônica Sayão)

Há uma rua no centro histórico de Freiburg que nem tomo mundo conhece porque fica meio escondida: é a Konviktstrasse. É uma rua estreita, só de pedestres, com comércio mais sofisticado e … irresistivelmente “verde”.

Konviktstrasse é a rua mais charmosa de Freiburg. (Fonte: Mônica Sayão)
Meus clientes de turismo adoram vir aqui. (Fonte: Mônica Sayão)

Para finalizar, tenho que dar uma dica bem legal de um passeio na cidade: subir de teleférico na colina onde ficava o castelo dos fundadores de Freiburg. É uma programão num dia sem chuva porque há várias trilhas, algumas com vistas lindas, e também um restaurante para uma parada estratégica. Vejam nas fotos abaixo outros ângulos dessa cidade tão simpática!

A catedral sempre se destaca. (Fonte: Mônica Sayão)
Outro ângulo da cidade que é tão arborizada! (Fonte: Mônica Sayão)
Outra região de Freiburg com outra igreja ao fundo. (Fonte: Mônica Sayão)
As trilhas são maravilhosas. Não dá vontade de ir embora. (Fonte: Mônica Sayão)

Notícias Relacionadas

6 Comentários

  • Avatar
    Maria Teresa Alves , 12 de setembro de 2020 @ 18:30

    Monica, adorei o texto e as fotos sobre Freiburg. E uma região lindíssima da Alemanha e sua descrição e gotos nos trazem belas recordações.
    Parabéns.
    Beijos.

    • Mônica Sayão
      Mônica Sayão , 13 de setembro de 2020 @ 11:48

      Querida Teresa,

      Muito obrigada pelo carinho!

      Bjs,
      Mônica

  • Avatar
    EDWIGES CHIAPETTA DE AZEVEDO , 12 de setembro de 2020 @ 18:51

    Que lindo, Monica!!Tenho lembranças muito nítidas e agradáveis dessa viagem que fiz com você .Adoro ler suas histórias e ver suas fotos!!!

    • Mônica Sayão
      Mônica Sayão , 13 de setembro de 2020 @ 11:51

      Edwiges querida,

      Recordar é viver… e esperar para podermos viajar novamente num futuro próximo.

      Brigadão!
      Bjs
      Mônica

  • Avatar
    Leila Vieira , 13 de setembro de 2020 @ 11:18

    Mônica,
    Cidade linda, belas recordações, quanto tempo já passou! Muito bem descrito e as fotos maravilhosas. Parabéns. Beijos.

    • Mônica Sayão
      Mônica Sayão , 13 de setembro de 2020 @ 18:24

      Leila querida,

      Lembranças maravilhosas! Freiburg é uma graça.

      Obrigada pelo carinho,
      Bjs
      Mônica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *