30 de maio de 2024
Uncategorized

Vamos "Temer" Gilmar Mendes…


Presidência e demais membros do STF estão fingindo que não enxergam os movimentos de Gilmar Mendes. CNJ idem, já que é presidido por Carmem Lúcia, também presidente do STF. Ninguém atua com tanto poder sem ser questionado. Dá para concluir que o movimento é orquestrado?
Teoria da conspiração? Pode ser, ou não. O fato é que, por omissão, leniência ou alinhamento, Gilmar Mendes encabeça o desmantelamento da Lava Jato e de tudo que ela produziu até aqui. Se ele simplesmente decidir, manda soltar Sergio Cabral. E os seus pares continuarão fazendo caras de paisagem.
Sem qualquer constrangimento, mantém encontros secretos – fora da agenda e em horários não republicanos – com os maiores interessados, no caso interessado, o presidente Michel Temer.
Por que um ministro do STF se encontra tanto com o presidente da República? O que eles têm tanto a decidir a ponto de manter o resultado dessas reuniões suspeitíssimas em segredo?
O fato concreto é que estamos caminhando por trilhas muito sinuosas, algumas sem rota de saída. Não há respeito pelo cidadão e já não se considera tampouco a liturgia dos cargos. Tudo às claras, sem meandros e meias palavras.
ROUBO À LUZ DO DIA
O que os congressistas estão fazendo com as verbas de custeio de gabinete é de fazer corar qualquer bandido de morro. Diárias de hotéis para família a mais de R$ 4 mil a diária; locação de imóveis para custeio de sede partidária, como se já não houvesse o obsceno Fundo partidário, que por sua vez custeia até barris de chopp e bandas de rock, conforme têm mostrado reiteradamente reportagens, sobretudo na TV Globo e Globonews.
Rouba-se clara e desavergonhadamente porque os órgãos reguladores e controladores estão contaminados.
E a quem compete a fiscalização, cala-se, enquanto presidente da República e equipe econômica mantêm o teatro de corte de gastos. Ora, senhores, os únicos gastos que estão efetivamente cortados são aqueles que deveriam atender os cidadãos!
Se os órgãos fiscalizadores e controladores estão de pés e mãos atados, se o STF está alinhado a toda sorte de falcatruas e desvios de conduta, a quem recorremos? Fim da linha? Venezualização?
MAIS CHARLATANISMO
Enquanto tudo isso acontece bem embaixo dos nossos narizes, movimentos que nasceram para contestar toda essa sujeira já dão sinais evidentes de que o buraco é bem embaixo. Caso, por exemplo, do Vem Pra Rua.
Aposto uma garrafa de vinho como o líder será candidato a algum cargo em 2018. Por isso ele não ultrapassa certas barreiras. Mantém-se na pista, mas sem bater de frente com quem pode lhe interessar lá na frente.
Com isso, ainda carrega alguns milhares de desavisados para supostas manifestações. Manifestações que só acontecem aos domingos, porque eles são bonzinhos, mas tão bonzinhos, que não querem incomodar a rotina das cidades.
Ora, senhores e senhoras, para que serve uma manifestação senão incomodar de fato?
Mas essas manifestações permitem que alguns pretensos cidadãos ganhem a sensação do dever cívico cumprido e, de quebra, ainda mantêm o humor dos parlamentares em alta. Sim, e obviamente, são manifestações que provocam avalanches de piadas em Brasília. O que não se faz para ganhar uma cadeira no Congresso, né mesmo, galera?

O Boletim

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *