Quem somos, do que somos capazes


Hoje quero falar do nosso mundo interno.
Aquela parte do iceberg mais profunda.
Afinal, desse mundo cheio de ideias e imaginação.
Pois o que somos mesmo, mais se parece com uma fábrica de pensamentos!
Que podem nos fazer saudáveis, felizes, harmônicos ou podem nos levar à loucura.
Aquela loucura que não nos deixa dormir, que nos impede de fazer as coisas mais simples da vida.
Viajando com meu marido esses dias, em Cartagena, passeando pelas ruas, vimos no sábado à tarde, alguns casais de noivos, tirando fotos pelas ruas. Ruas onde antigamente se vendiam escravos.
Rua da Angustia.
E meu marido comentou que estranho os noivos irem naquele local para tirarem fotos.
E perguntou: Quem escraviza quem?
Fiquei pensando, nos diversos tipos de escravidão.
Não pude deixar de pensar na escravidão de toda uma massa humana.

Diante de tantas mentiras que vivemos, e que agora estão vindo à tona no mundo.
Do caos em que nos encontramos, onde perdemos a confiança.
Das histórias mal contadas.
Onde tudo vale, para se conseguir o que se quer.
Então me deu vontade de convidar todos a tomarem cuidado com essa fábrica interna, de um potencial incrível, que todos possuímos.

Que comecemos a criar histórias mais verdadeiras, baseadas em valores eternos

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *