Postando e pensando por aí…

14291633_1242989619058832_83982497670439837_n
Boa semana pra quem não tem medo de campainha tocando às 6 da manhã com o japonês da Federal sorrindo pra você…
E pensar que ainda nem começaram a investigar as tais palestras milionárias PAGAS POR EMPREITEIRAS E BANCOS envolvidos na Lava-Jato que ninguém viu, não há gravações, registros para a história, etc.
E pensar que a palavra “convicção” passou a não valer nada, do dia pra noite, para uma legião de petistas que divulgaram massivamente a campanha de um presidente que dizia ter a “convicção” de que nenhum outro presidente na história deste país faria o que ele fez. Isso é fato: ninguém – talvez no mundo – tenha feito o que ele fez.
E pensar que sequer a propriedade do tal sítio em Atibaia fez parte desta primeira denúncia.
A verdade tá aqui… Mas, AINDA tem petista viajando na maionese. É burrice ou desonestidade? Veja a matéria do ILISP:
Lula estava AO VIVO admitindo que teve sim que COMPRAR apoio e subverter os processos administrativos convencionais do governo. PQP!!! Sem falar na arrogância e petulância típica dele!
Lula ofendeu os funcionários públicos CONCURSADOS, em detrimento dos “políticos que têm de ficar expostos ao povo”. Juro que ele disse isso, agora mesmo, em alto e bom som. (Bom som é relativo, vai…)
Sobre a ameaça de prisão: Lula, pode comprar um bom par de tênis, para ir a pé até a cadeia, conforme prometido. Curitiba é longe, hein…
Lula afirmou: “Eu não tenho a vocação do Getúlio de me dar um tiro”.
Beócio-mor, pra se dar um tiro é preciso muita coragem, ou muita falta dela. Getúlio andou com arma na cintura por uns 50 anos. Vocação é algo nato, logo se o ditadorzinho tivesse “vocação para se dar um tiro”, teria feito com uns 20 e poucos anos de idade. Sequer teria sido presidente (por 15 anos seguidos – o que é mesmo coisa de ditadorzinho latino-americano – e por mais outros 3 anos, antes de se matar).
Entretanto, o que lhe carece em “vocação” (sic) lhe sobra em covardia. Tivesse a coragem que diz ter, não falava, fazia.
O Antagonista recomenda o editorial do Estadão sobre a denúncia contra Lula.
Os procuradores da república não prevaricaram: deixaram de apresentar denúncia contra Lula por formação de quadrilha pois estão alinhados com a PGR, que já investiga Lula por este crime. E ele, Lula, é o comandante! Leiam a matéria do ANTAGONISTA.
“Ou abraço o PMDB ou vou morrer…”. Isso foi (e é) tão óbvio, que nem deveria fazer parte delação. É praticamente “de domínio público”. E, pra variar, eu avisei… naquela época… (o que, sinceramente, não precisa ser nenhum gênio pra saber). Vejam o artigo do Fausto Macedo no Estadão.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *