28 de maio de 2022
Uncategorized

O STF em sua pior formação

Foto: iPolítica.com.br

O STF, que não julga nenhum bandido com foro privilegiado, decidiu hoje que os estados terão que indenizar presos por condições degradantes.
Eu acho justo, aliás, justíssimo. Mas o mesmo STF se esqueceu de incluir no pacote o cidadão comum, não raro exposto a situações degradantes em hospitais, escolas, estradas em péssimas condições etc.
O peso daquelas capas ridículas os coloca em permanente estado de torpor, fora da realidade e visão distorcida acerca dos reais alvos de seus trabalhos. Proteger político corrupto, definitivamente, não é atribuição desse órgão.
Recuperar bandido preso é preciso. Mas quando é que esses lunáticos vão voltar o foco para a sociedade organizada? O cara comum que rala, paga imposto, mantém família e carrega esse piano (que os inclui) nas costas?
Os atores desse teatro de horrores. Fantasias horrendas que traduzem ao pé da letra o cenário que eles ajudam a construir. Liturgia, rame-rame e conchavos embaixo dessas togas bizarras e nada mais. Encostados em cargos vitalícios não fazem nada além do que manter e alimentar seu status quo e de seus apaniguados. Um circo abjeto.
#STF, menos liturgia e mais trabalho, “fazfavor”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.