28 de maio de 2022
Uncategorized

"…. e se o cidadão estiver com fuzil na mão e não oferecer perigo?"


Frase lapidar da Maria Beltrão, Âncora do Estúdio I, sobre o fato de o novo governador pretender colocar snipers para abater os inocentes portadores de fuzis nas favelas do RJ.
Primeiro, o conceito de “cidadão” da senhora em questão é deveras amplo, né não?

Cidadão é quem trabalha, vota, paga impostos, mantém os filhos na escola etc.
Segundo, que até as ratazanas que frequentam as valas imundas das favelas sabem que sem uma política de tolerância zero, o Rio de Janeiro caminha a passos largos para uma Medellín dos anos 90.
Terceiro, esse pessoal precisa reforçar o remedinho. Porque ou bem defendem os bandidos, ou param de vez com os editoriais sobre a violência na Cidade Maravilhosa.
Assinado: a fascista de direita, vulgo eu (isso economiza tempo de quem vai me bombardear)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.