Avon faz propaganda politicamente correta sobre princesas e dá um tiro no pé

Mais uma empresa que resolve aderir à onda politicamente correta. Mais um tiro no pé. A Avon lançou uma propaganda em que meninas falam sobre as tradicionais princesas, rejeitando o “estereótipo machista” de mulher fraca que precisa ser salva por um homem (o preconceito parece estar na mente das feministas, só pode).
Em seu lugar, elas querem “princesas” feministas, de preferência negras. Sim, uma delas chega a afirmar que prefere a princesa tal por ter a cor da pele igual à sua, e podemos apenas imaginar a reação do GNT people se a cor, no caso, fosse branca. Vejam:

Meninas não podem sonhar com princesas que são resgatadas por príncipes. Isso é reforçar a mensagem patriarcal machista opressora. Elas podem, claro, tocar em homens estranhos nus num museu, pois isso é “arte”. Mas, como sói acontecer nesses casos, a reação do público não foi a esperada:

O problema, caro leitor, é que todo departamento de marketing está repleto de “progressistas”, de jovens mimados deformados pelas universidades, que vivem fechados em bolhas. Eles acham que falam a língua do povo. Tadinhos…
Fonte: Gazeta do Povo/Rodrigo Constantino

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *