Não se iludam, e não se deixem enganar

                                              Presidente Jair Bolsonaro discursa durante Sessão Plenária do Fórum Econômico Mundial em Davos.

Só para lembrar. O Antagonista foi peça fundamental contra a aprovação da reforma da Previdência ao participar do golpe de Janot, Globo e cúmplices contra Temer. O Temer ficou, mas a reforma, dançou. Ou seja, alcançaram o objetivo de prejudicar o Brasil, por grana. E ficaram impunes.
Agora, novamente com a participação do Antagonista, mais Estadão, além da Veja, Exame, Band e jornalistas de esquerda infiltrados em todas as mídias, o golpe usa Flavio Bolsonaro, numa tentativa de desestabilizar o governo Bolsonaro, no momento em que Renan Calheiros quer voltar a presidir o Senado.
Sim, por que não cobram explicações de nenhum outro parlamentar acusado de movimentações suspeitas que alcançaram até mais de 49 MILHÕES de reais? Nem tocam na delação do Palocci, que envolve a Rede Globo, Roberto d’Ávila, outros políticos que não são citados, nem da OAS, que faz um outro estrago e inclui a banda podre do judiciário, mas é abafada. Ou alguém acha que um magistrado solta bandido de graça?
O objetivo não é combater a corrupção, mas atacar os “inimigos” e, mais uma vez, impedir as reformas. O patriotismo dessa gente está no bolso e nas propinas. Daí o desespero, porque a roubalheira, pela primeira vez, está sendo apurada com apoio do poder executivo. E para que esses criminosos voltem ao poder, o Brasil não pode dar certo.
E dizer que Bolsonaro foi um fracasso em Davos é um absurdo sem precedentes, uma mentira deslavada, haja vista as participações vexaminosas de lula&dilma e insignificante do Temer. A participação do nosso presidente foi um sucesso. A História é testemunha. Senti orgulho de ser brasileira.
Não se iludam, e não se deixem enganar.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *