Sexta-feira da Paixão

Em Lucas e Mateus

“Do meio-dia às três da tarde Jesus ficou pendurado na Cruz até o suspiro final”

Hoje nada abre, é dado a nós uma pausa.
Não é por causa do tal vírus…
É a oportunidade de uma análise maior, de buscar forças para continuar.

Fazer um mea culpa, ver a vida sem make up. Sem sombras, sem salvar na “nuvem”. Às claras!

Pensar e repensar valores do “não ser” e do “ser” : A cobiça, o orgulho, o egoísmo, a traição. A dedicação, a moral, o reconhecimento, o amor incondicional…

O SER MAIOR QUE O TER

Jesus morreu por nós.
Judas morreu por si mesmo.

Jesus mostrou valores nada materiais.
Mostrou que aqui somos matéria também.
Precisamos comer, beber
Sobreviver
Precisamos crer
Renascer

O milagre dos peixes matou a fome.
O milagre da fé ressuscitou Lázaro.
Lázaro morreu poucos dias depois.
Era o tempo de ele para partir.

Jesus lutou por nós, morreu por nós e ressuscitou.
Para que pudéssemos ver além.
E continuar o que ele plantou.

Depende de nós!

Vamos lutar para sobreviver ou nos render?

Não cabe mais a omissão que nos acometeu por longas décadas.
Estávamos preocupados demais em trabalhar, em fazer tudo certo.
Em fazer tudo.
Nos perdemos dos nossos.
Nos perdemos de nós mesmos.

Evitávamos nos envolver nos problemas do amigo, do vizinho, naqueles pessoais, que ficavam pra depois; nos problemas do país, no que fazia quem estava no poder.

Demos de ombros…

Onde estávamos que não percebemos o buraco que se abria e nos enfiavam?

Imagina se preocupar com Política.
Deixa levarem por debaixo dos panos…
Estávamos ocupados

Eles usaram o tempo que nos faltava.
Eles tocaram o projeto de poder.
O mal tem todo o tempo do mundo e não perde tempo.
Empresários, sindicatos e os jornalistas “limpinhos” que vocês tanto aplaudem, será que nunca receberam em dólar no caixa 2 de campanha política? Eles estavam em que lugar quando o país era desconstruído? Não ouviam, não viam?
E claro, não falavam. Como aqueles três macaquinhos.
Reflita!

E… onde você estava?

Querendo encurtar caminho na expectativa da “oportunidade”, quem sabe um vaga por indicação política? De segurança , motorista, ou aquele ministério…
À espera da fórmula mágica ou que a sorte aparecesse, afinal, quem eram aqueles que não pareciam bons como você mas estavam sempre muito melhor?
Reflita!

O MAL SORRATEIRO NA PROGRAMAÇÃO

A novela de época que encerrava a Sessão da Tarde na Globo, às seis da tarde, depois de um filme americano com comédias do Jerry Lewis, Elvis Presley e a produção nacional com praia e surf nos episódios da “Armação ilimitada” que virou Malhação para público de crianças e adolescentes.

Ontem, um jornalista brasileiro que mora hoje em Londres detalhou tudo isso de forma brilhante. Foi inserida a pauta de gênero ali nas tardes da Malhação da Globo. Amores gays e cenas de sexo explícito na escola, em banheiros e cantinhos na pegação total, erotização, sexo explícito. Putaria!

Nas novelas a imposição do Trans, do ódio racial e passou-se a culpabilizar quem não acompanha a SODOMIA.

Eles avançaram – pedofilia, estupro, incesto passaram a ser enfiados goela abaixo como normalidade. Fashion é ser bi, pansexual. Precisamos impedir isso.
As crianças e adolescentes estão sendo manipulados.
Reflita!

Usar droga, muita droga. Tarja preta ou ilegal.
Não viver a realidade, não pode sentir dor.
Querem o vício e a alucinação coletiva.
Reposição hormonal.
E o vício medicamentoso.
O chá de erva cidreira e praticar esporte, jogaram na lata do lixo.
Faz uma lipo…
A máfia dos jalecos e dos laboratórios.
E do Bill & Melina Gates & Cia Globalista Ltda
Reflita!

A Europa resiste. A pauta de gênero ainda não emplacou. Por isso a invasão maciça de imigrantes islâmicos da África e países radicais árabes como Paquistão e Afeganistão.

Agora você entendeu porque a esquerda se aliou à países islâmicos que abusam de crianças e mulheres que são “coisas” descartáveis? E não pode haver gays declarados. Morrem.

O NEGÓCIO VAI ALÉM

Globalistas sentindo prazer em caçar, torturar e comer gente como você.
Há canibalismo, caçada de humanos, tráfico de órgãos, experimentações genéticas e toda sorte de práticas que Deus e até o diabo duvida.
Não, não é ficção…
Eles já tem o poder mas NÓS recebemos um SOPRO DIVINO…
Não bateram o martelo.
Nós evitamos a placa The End
Temos que reverter isso.
Depende de nós.

Disse o Papa João Paulo II perguntado na visita a Polônia ainda comunista se o mal venceria:

“Enquanto houver um único sorriso dado ao outro, uma mão que se estenda, um olhar que alivie a dor do outro , nada estará perdido e o mal jamais vencerá”.

O muro de Berlim caiu, o comunismo perdeu.
Mas não saiu do jogo.
Os globalistas trabalharam bem a esquerda e islamismo para derrubar a cultura judaico-cristã.

Precisamos manter acesa a chama.

Precisamos nos unir.

Esqueça palavras e termos… “empatia”, empoderamento, “fascista”,”nazista”, “politicamente correto”.

Acordem da hipnose coletiva que desvia do principal para delírio da pauta globalista:

Não pode falar “feminismo” porque é de esquerda ou não pode falar “feminazi” porque é de Direita? É preciso odiar todos que não pensem exatamente como os líderes do grupo ordenam.
Caia fora do cabresto.
Não permita o que reduz e impõe o controle do que você pode ou não pensar.

Dê poder a quem você acha que te represente, mas nunca negocie a sua individualidade e a sua carta de alforria.

E AGORA?

Faz tempo que não cabe sacrifício pessoal na sua vida.

Faz tempo que ir à missa ouvir o sermão ficou chato.

Criaram igrejolas onde você paga, arruma um amante, marido, arruma um par.
Vai lá para “evento social”.
“Pra se enturmar e se dar bem”.
O negócio não é a alma.
Mas…
Tudo em “nome de Jesus”.

Pague já!

E a turma da Teoria da libertação fez a esbórnia na Igreja Católica e enfiou um agente duplo argentino.

Papas e pastores que não representam a Igreja de Cristo passarão.

O Cristianismo, não!

São dois mil anos de cultura e historia.

Nas nossas escolhas pessoais erramos e acertamos. Mas naquilo que nos cabe como lote, a família, aprendemos a jogar pra debaixo do tapete.

Mas Cristo mostrou algo além…

Amar a si mesmo para poder amar ao próximo: – “Ame o próximo como a ti mesmo”

A questionar até mesmo as certezas absolutas e o absoluto em Deus: -“Oh , Pai! Por que me abandonastes?”

Família está além dos laços sanguíneos: -“Deixem suas famílias e me sigam”,.

Jesus, os 12 apóstolos e outros tantos apóstolos do grupo próximo a Jesus tinham um objetivo maior, de tamanha grandeza.
Mais do que irmãos, se tornaram “cristãos”!

Ser cristão exige amor, afinidade, amizade, sacrifício, união. Menos egoísmo, mais empenho, dedicação e uma busca pela elevação.

“Há quem abra mão de tesouros inestimáveis por vantagens medíocres” , disse São Francisco de Assis.

Pensar no todo, porque fazemos parte dele. Somos parte do todo. E quem faz pelo outro, recebe em dobro.

Fizemos o oposto!
Sociedade individualista, comodista e materialista.

“Quanto está a moeda estrangeira para eu ir comprar no outlet no exterior?”

Comprar bastante os lixos made in China por 1,99 – cheios de tinta e material cancerígeno: brinquedinhos para criancinhas enfiarem na boca e até adultos enfiarem em certos lugares.

Mundanos, imediatistas, orgulhosos, com verdades absolutas, prepotência e ódio.

A REALIDADE VIRTUAL

Quem não é na vida real, não foge à sua natureza no mundo virtual

Porque nas brigas virtuais, pessoais e intransferíveis, com argumentos e reflexão, se desconstrói, se eleva e aprende.
Assim, amigos se tornaram ainda mais amigos.
Desconhecidos se tornaram irmãos.
Parentes apareceram, resgate da história.

Amizades foram desfeitas também.

E milhares serão apenas milhares…

Os medíocres, covardes, com verdades absolutas, que não admitem limitações e precisam se impor, a eles falta elevação, sobra arrogância e falta amor próprio…

Isso!

Na vida pessoal tudo igual, no mundo virtual, quanta coragem e sapiência. As dores embutidas, a ficha criminal jogada de lado por ser “de Direita” ou ” de esquerda”. Se for da sua “turma”, basta checar o perfil virtual, e aprovar.

Esperam muito o reconhecimento alheio e não se reconhecem em si mesmos. Precisam do grupo.

E procuram apenas a verdade que lhes garante permanecer no bando para serem aceitos. Essa a grande maioria.

E quanto mais indignados com as dores da alma e os percalços da vida que não aceitam, mais amargos e vingativos se tornam.
Querem controlar o que não se controla…

Humanos…

A natureza e o planeta e o universo seguem adiante apesar das nossas dores.
Não temos o controle sobre o tempo, nem sobre a vida e a morte.

Agora fomos obrigados a pensar nisso?

Sim…
Agora lembramos de Deus…
E do diabo!
O bem e o mal existem.

Ah, o maldito pecado da omissão.
Não façamos isso de novo…

Pôncio Pilatos lavou as mãos e Jesus foi condenado por seu próprio povo! Atrapalhou os negócios da China dos vendilhões do Templo.

Mas assim tinha que ser.

Ou não estaríamos aqui…

Globalistas criaram um vírus em laboratório, manipularam políticos e toda sorte de pessoas.

O problema do Brasil é o mesmo do mundo inteiro. Aos poucos a globalização nos colocou de joelhos necessitando de tudo da tal China. Mas não, não são os chineses. Eles estão de mãos atadas como nós.

Empresas de vários países tem suas fábricas lá e produzem lá desde o insumo mínimo para se fazer qualquer medicamento até às pecinhas de aviões ou da Apple e dos smartphones. Essas empresas precisam voltar pra casa.

Agora percebemos isso.
Nossa indústria têxtil, calçadista.
A nossa comida…
A esquerda criou o agronegócio: só cana e soja.
E agora compramos até o trigo da Argentina e o arroz e feijão da China.

Por qual motivo?

Passamos a querer ter. Consumir, e ter mais e mais…

A Europa não…
Ainda não…
Depois de uma história de guerras e batalhas por séculos e séculos, eles têm pouco, têm o melhor e vivem fora de casa: nadam nos rios e lagos, vivem ao ar livre.

JESUS CRISTO lutou por um ideal mas ele não era o revolucionário com interesses de manipulação e poder pra conduzir a massa como animais no cabresto para o trabalho no campo ou para o abate e se tornar rico, poderoso…

Ele quebrou os parâmetros e acordou as pessoas do transe em que estavam.

E incomodou.

Ele queria libertar o povo da escravidão, essa que nos ronda agora.

Nos esquecemos disso quando nossas dores passaram a ser “enganadas” com remédios tarja preta, drogas e a superficialidade do ser. Não podemos sentir dor.

Mas agora podemos morrer. Você não se lembrava disso…

Nas sextas-feiras da PAIXÃO DE CRISTO você dormiu até mais tarde, foi para a praia, comeu bacalhau com batatas ou um peixe qualquer. Ou nem se lembrou

Mas ficou pior…
Inventaram o veganismo para vender bastante. Aliás, por onde anda o mercado vegan, a turma vegan, o bate-estaca vegan?
Ah, a indústria vegan criada pelos globalistas pra acelerar o islamismo sem carne de porco e mudar o rumo da prosa sobre a reflexão num dia como o de hoje.

HOW DARE YOU????!!!

Cadê a “Treta Pumbergh”?
Ela disse que estava gripada.
Que poderia ser o Coronavírus.
E sumiu num dos jatinhos da família emitindo bastante CO2.

Mas você, trouxa vai andar de carro elétrico!
Só não sei se ainda vai conseguir comprar um.

E hoje…
Sim, até que enfim, nós lembramos dele.
Aquele que sofreu, que morreu por nós, para nos mostrar que no Amor e na Verdade está a eternidade da vida.

Vamos mudar?
Obrigatoriamente, sim.
Temos medo de mudar.
Somos comodistas.
Pra que lutar?
Mas agora…
É questão de sobrevivência:
Ou vencemos o medo ou viramos escravos.

Eles estão à espreita…
Nos rendemos e aceitamos a escravidão?
Ou lutamos?
Morrer em vida ou encarar a morte de frente?
Eu fico com a segunda opção, porque não há nada mais revigorante do que a luta pela plenitude do ser, livre, corpo e alma…

Oh, Pai, não nos abandone!
Cristo santíssimo, nos perdoe a omissão.
Rogai por nós que recorremos a Vós.
Que a nossa luta não seja inglória.
Que a Páscoa nos dê a Luz necessária.
Amém!!!

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *