28 de maio de 2024
Junia Turra

Império dos Sentidos

Foto: Arquivo Google

Acordem pra vida carnívoros, herbívoros, e vegetais ou seriam “vegetativos”?
O maior exportador de carne bovina do mundo é a Índia. Isso!!! Não comem a vaquinha sagrada, quer dizer, 51% da população, os hindus, porque são 49% islâmicos no território, logo, comem a vaquinha sagrada sim.
Mas o grande montante vai para os países árabes. E na sangria, o bicho sangra até morrer. Quando for à Índia coma o churrasco. Em algumas vilas colocam o boi inteiro rodando. Ou fatiam e enterram a carne, tipo o “barreado” que fazem no Paraná quando se desce a serra de Curitiba para Paranaguá. Bem ali em Morretes.
O maior exportador de carne bovina do mundo é a Índia. Não custa repetir…
E o Brasil? A União Europeia restringiu a carne brasileira desde os tempos da vaca louca. Compra da Argentina, mas do Brasil, não. A fiscalizacão e os critérios são sérios. Há alguns anos uma rede de supermercados alemão foi pega reembalando carne com validade vencida. Fatos isolados, denúncia feita por consumidores. O boicote resultou no seguinte: o consumidor não comprou mais carne no tal supermercado e a fiscalização caiu de pau. Fora multas, processos e afins.
Vamos lembrar que a Europa e Ásia comem basicamente porco e há uns tantos séculos seculorum. Captou?
Ah, nos países islâmicos não comem porco, Mohamed não descobriu que o animal podia transmitir doenças. Quem descobriu isso foram os judeus, que também não comem carne de porco. Mas… hello?  Tempos bem anteriores a Cristo, e vamos combinar que povo nômade levando porco é bem complicado. “Mandamentos” para colocar ordem na casa, entendeu ?
Então, nessa história da carne você, esquerda megalô e pseudo-oposição, são os dois lados da mesma moeda podre.
Me lembrei de um gaúcho anti-Dilma, mas que faz trilha de Jeep no Paraná com um grupo. Um dos colegas de aventura é um empresário ricaço que recebe na fazenda dele via escolta da PF, entrando pelo Paraguai, agrotóxicos que vêm da Ásia, e que são proibidos até na China. E depois te vendem os produtos “orgânicos”e “bio”. E tem mais…
O sorvete mais barato, de marcas nacionais, tem grandes chances de ter um ingrediente delicioso e saudável: graxa de navio. Made in China ou made in Japan.
Aí o Brasil bate recordes de aneurisma, câncer de mama, estômago… E você aí contra ou a favor de políticos calhordas e enfiando no seu corpinho cerveja com pombo e achando que a sua cevada e a sua beer são melhores que qualquer uma das milhares produzidas em cada esquina da Alemanha, Áustria ou República Tcheca.
Um povo que usa a internet para dar um rehab no ego e economizar o psicólogo. Gente que precisa de um amigo que mora na Europa para saber sobre as eleições na Holanda. Enquanto postam as fotinhos dos pimpolhos e controlam os amigos, os europeus e os chineses, e os israelenses, e muitos americanos e mexicanos e indianos, e australianos, estão buscando informação. Que tal perguntar na busca: jornais on line da Holanda? Não precisa saber outra língua, mas convém saber a própria e dar conta de raciocinar.
Nessa, o Império americano, que peninha, não pode levar a culpa, nem Putin KGB. Ah, mas vamos aplaudir os vegans otários que compram a propaganda islâmica: é moral comer bichinhos de quatro patas ou duas? Porquinho? Não. “Sejamos vegan”. E assim vão trocando os costumes, os hábitos e desaparecem os porquinhos da face da terra.
É Brasil, tomando de 7 a 1 ao cubo e a arrogância batendo nos píncaros da glória…

Junia Turra

Jornalista internacional, diretora de TV, atualmente atuando no exterior.

Jornalista internacional, diretora de TV, atualmente atuando no exterior.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *