Eu sou responsável por você; você precisa cuidar de mim

Foto: Google – The New York Times

Tempos difíceis para toda a Humanidade. Todo poder científico e tecnológico nos dava uma falsa impressão de independência do outro, do nosso semelhante. A própria sobrevivência da espécie agora depende de todos, ricos e pobres, brancos e negros. Uma só casta na maior interdependência dos últimos tempos.

As universidades públicas e centros de pesquisas (com realce à UFRJ), Hospital das Clínicas da USP, Instituto Adolfo Lutz, Fundação Oswaldo Cruz, Instituto Noel Nutels etc. são alguns dos protagonistas do combate ao COVID-19. O privado tem como objetivo primordial a obtenção do lucro máximo.

Temos consciência da importância do empresário, sobretudo com uma forte opção também social. Sabemos que os micros e pequenos empresários são os maiores empregadores no Brasil. O governo federal, coadjuvado pelos estados e municípios, tem obrigação de socorrê-los diante desta situação crítica que estamos vivendo. Daí é primordial a presença de um Estado forte e socialmente competente, como tem se mostrado as autoridades de saúde, com relação ao combate ao COVID-19.

De novo, muita coisa vai cair nas costas do Congresso. No momento que vivemos, é inaceitável que partidos políticos continuem a receber bilhões de reais do fundo partidário. Toda essa verba deveria ser urgentemente canalizada aos cientistas e pesquisadores para aumentar sua capacidade de testes para detectar o novo coronavírus e para o tratamento dos milhares de pacientes que irão inundar o sistema de saúde a partir das próximas semanas.

O coronavírus vem causando prejuízos a nível mundial de toda ordem. Aqui, no Brasil, nem precisamos de vírus. Temos Maia, Alcolumbre e Toffoli. Suas ações negativas dão de goleada no vírus. Trapalhões e sem patriotismo, eles têm ações e omissões que causam prejuízos incalculáveis para o país. Citei apenas os três nomes, pois eles representam negativamente os Poderes que dirigem e que têm deixado muito a desejar.

Quanto à população, o que podemos fazer é respeitar o que as autoridades sanitárias competentes têm recomendado.

Eu sou responsável por você; você precisa cuidar de mim. Um teste planetário de solidariedade cuja aprovação e sucesso resultará em uma nova chance de usufruir a vida e o planeta.

Lave suas mãos por mim. Estou recluso por você. E todos unidos por nossa espécie, que deverá aprender com muita dor que ninguém é uma ilha.

Notícias Relacionadas

4 Comentários

  • Avatar
    Rute Abreu de Oliveira Silveira , 20 de março de 2020 @ 16:58

    Alguém disse, sabiamente: tudo passa. Muito verdadeiro.
    A minha vovó dizia: não há bem que sempre dure e nem mal que nunca se acabe.Muito verdadeiro também.
    Tudo isso vai passar e vamos sobreviver, mas a pergunta que fica é : mas como estaremos enquanto tudo não passar??!!
    Daí a importância do coletivo estar acima do individual e de todos perceberem de uma vez por todas a nossa real ” aldeia global”.
    Já temos os “vírus políticos” citados no editorial e esses já estão sentindo o poder que emana do povo e cairão. Agora temos que lutar contra esse “vírus chinês”,…opa, não podemos falar isso…mas falaremos, e a nossa luta requer o confinamento. Chato, entediante, inesperado mas extremamente necessário por ser eficaz para diminuirmos a curva ascendente dessa pandemia.
    Que Deus nos dê coragem e força e acima de tudo empatia e responsabilidade.
    Rute Silveira

    • Avatar
      admin , 20 de março de 2020 @ 17:35

      Verdade, nossas vovós eram sábias. Temos que conviver com esta quarentena. É hora de nos reinventarmos, ficarmos mais (bem mais) longe um do outro, mas é difícil dormir na mesma cama e ficar a metro e meio do(a) companhia… me veio na cabeça os hormônios da juventude…(rs). Como todos os comerciantes estão preocupados, os proprietários de motéis devem estar desesperados… nem dando camisinha de graça vai resolver, não é? Desculpe, é só uma brincadeira boba em tempos de reclusão social… o que mais me preocupa é que a doença que este vírus chinês (sim), mutação genética do Corona velho, nascido e criado na China, mas não se pode falar isso… ora, não estamos na China, estamos no Brasil, numa democracia… é claro que algumas pessoas, principalmente aquelas com “Bolsonaro” no nome, devem medir suas palavras, seus posts e seus tweets. Fiquei irritado com o governador do Rio que, com suas medidas publicadas hoje, está praticamente declarando INDEPENDÊNCIA do Rio, palavras de nosso Presidente… e se virmos estas medidas concordaremos com ele… medidas sobre o que não o compete. É como eu dizer pra vc: Rute, vc não pode mais andar na sua sala, só da cozinha para o quarto e banheiro, ok? Total absurdo, mas foi isso que o tal do Witzel (decepção) fez hoje. Ele quer fechar estradas federais e aeroportos… tá de brincadeira…
      bjs
      Valter

  • Avatar
    Zilton Neme , 21 de março de 2020 @ 11:16

    Valter, amigo
    Brilhante narrativa do que estamos vivendo. Parabens

    • Avatar
      admin , 21 de março de 2020 @ 12:27

      Obrigado, amigo…
      abraços

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *