Moro caiu fora: viva o Moro!

Eu havia decidido que não iria mais perder tempo em discutir política ou o “governo” do Bolsonaro por conta de ter que dizer sempre as mesmas coisas, o que acaba causando desgaste e nem mesmo o presidente e sua prole merecem que eu perca meu tempo e chateie quem me lê.

Bolsonaro criou sua trempe (tripé) à sua imagem e semelhança, todos “machos”, vaidosos, ignorantes e egocêntricos, eméritos criadores de casos que, mesmo sendo uma merreca, acabava perturbando o andamento do que deveria estar em primeiro plano, como, um pequeno exemplo, nossas relações com a China.

Mas, parece que seus pimpolhos muito machos, que imaginavam um reinado e eles, os príncipes herdeiros, colocaram-se todos na ribalta,  um querendo aparecer mais do que o outro – ou desaparecer, no caso de Flávio Bolsonaro, o primeiro escorregão importantíssimo do nosso indômito presidente “macho caça corruptos”!

É certo que todos devem se lembrar do outro, “macho do saco roxo caça marajás” de triste memória, que escapou ileso e ainda consegue se eleger por vezes seguidas, imagino que distribuindo ferraduras – oooooopppppssss – quero dizer, dentaduras aos pobres diabos que votam nele…

Bolsonaro ia mudar TUDO na política depois de ter conseguido permanecer nela por 28 anos, mesmo achando que ela devia mudar: “desta vez vamos”, mangas arregaçadas que eu “sou muito macho”, fim das negociatas, do Estado aparelhado.

Escolheu alguns de seus iguais, LUMINARES, para abrilhantar sua presidência; dentre eles, merecendo menção especial, nosso chanceler, que tomou posse falando tupi-guarani e grego e saiu de cara criando caso com a China “porque ela é comunista”.

Sem esquecer do PROFUNDAMENTE grosso, sem noção e ignorante, Abraham Weintraub, que sequer escrever sabe e que, portanto, falha no principal requisito da pasta da Educação!

Seu guru é o dos pimpolhos, Olavo de Carvalho, que garante que a terra é plana e vomita sapiência estando bem longe da fogueira, nos Estados Unidos…

Bolsonaro tem profundos conhecimentos médicos e garante que todos deveriam estar  trabalhando e não bundando em casa por conta da COVID-19 – uma gripezinha… “Vai  morrer pessoas, mas, é a vida” (sic).

Seu teste, que certamente terá dado “resistente ao vírus” que ele tratou de esconder e nem falar do assunto quando chegou numa comitiva dos Estados Unidos .

Enojada que estou, coloco só mais um ponto: Bolsonaro está alimentando a oposição, dando um espaço enorme para que o antigo “estado aparelhado” volte.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *