Rosa de Cristal

Amigos, venho de uma família de artistas por parte de pai (*). Minha avó e minha bisavó foram bordadeiras de mão cheia, sendo que minha bisavó fez trabalhos para a família real inglesa. Meu avô pintor. O meu pai maquetista que por muitos anos fez parte da equipe do Oscar Niemeyer, Brasília inclusive. Enfim, só gente fina. Ah, antes que eu esqueça e alguém venha me chamar de elite, todo mundo era comunista e ninguém ficou rico. Era elite artística.
Voltando ao assunto, era de se esperar que eu e meu irmão fôssemos ser artistas. Eu infelizmente nasci com duas mãos e dois pés esquerdos. Nunca consegui fazer absolutamente nada. Passei em Artes no ensino fundamental por caridade dos professores. Lembro que minha mãe comprava paninhos com desenhos para eu bordar e eles ficavam imundos. Não conseguia de jeito algum.
No entanto, para meu orgulho, meu irmão Guy herdou tudo da família e mais alguma coisa. Lembrei disso, porque hoje vi um vídeo de objetos feitos com palitos de sorvete. Isso é para os fracos, ele fez uma casa com palitos de dente. Enfim, artista.
Mais orgulhosa ainda vou citar apenas o que eu lembro que ele já fez:
– Uma porta, uma parede falsa e um armário no alto do corredor do meu apartamento no Rio.
– Uma raquete de tênis
– Algumas modificações no nosso apartamento de Botafogo.
– Pintou duas aquarelas.
– E um monte de outras coisas.
No entanto, a coisa mais importante para mim foi o desenho de uma rosa que ele fez em um bibelô de cristal quando estava na minha casa batendo papo com a gente. Ele fez com lápis em menos de trinta segundos. Bastava passar uma esponja, mas nunca fiz isso. Posso lançar mão do meu lado exagerado de ariana? Ele é o meu Michelangelo, rsrsrs. Menas Yvonne, agora jogou pesado, mas isso mesmo, rsrsrs. Beijos irmão querido.

Foto: Arquivo Google – meramente ilustrativa

(*) A minha família materna não foi chegada a artes plásticas e sim às letras, mas isso é outro post.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *