14 de julho de 2024
Vinhos

Neste carnaval, “Melvin” é a bebida ideal

Para quem a ficha ainda não caiu, “Melvin” é uma bebida refrescante obtida a partir da combinação de melão com vinho.

Originária da Espanha, esta deliciosa combinação foi “chilenizada” e tornou-se muito popular, a ponto de ter o seu próprio dia festivo, 15 de janeiro.

A vizinha Argentina também adotou o “melon con vino” e o incorporou a cultura do campo: é servido de forma comunitária, como se fosse um chimarrão. (cada um com seu canudinho)

Preparar esta delícia não é difícil e a receita básica, que apresentamos a seguir, pode ser adaptada facilmente.

A primeira e mais importante escolha é o melão. Tradicionalmente do “Honey Dew” é o preferido, com o “Cantaloupe” como segunda opção.. Nada impede que outros tipos desta deliciosa fruta sejam utilizados.

O importante é que esteja bem maduro, doce e aromático.

O vinho preferido é um Sauvignon Blanc chileno. Optem por vinhos mais aromáticos e com um corpo médio, caso contrário, o gosto do melão vai sobressair e o vinho desaparece.

O terceiro e último ingrediente é açúcar de confeiteiro, a gosto.

Como fazer:

1 – Coloquem o melão e o vinho na geladeira por, pelo menos, duas horas. O ideal é gelar de véspera. Quanto mais frio, melhor:

2 – Cortem uma “tampinha” no fundo do melão, para dar estabilidade e abram a fruta na parte superior, como na imagem acima;

3 – Com uma colher retirem as sementes e descartem. Continuem escavando a polpa, colocando tudo numa tigela. Cuidado para não furar a casca;

4 – Piquem a polpa escavada em pedaços pequenos e salpiquem (ou não) com o açúcar. Misture delicadamente e deixem repousar por um tempo. Uma variação interessante é acrescentar uma banana madura, bem picada;

5 – Recoloquem parte da polpa de volta no melão e cubram com o vinho branco. Reservem a parte que sobrou para um refil;

6 – Espetem 1 ou mais canudos e se deliciem. A ideia é ir passando o melão de mão em mão.

Uma variação interessante é usar o melão apenas como uma poncheira. Com cuidado, retirem parte da bebida e sirvam em taças de boca larga.

Um truque muito usado no Chile é ter vários melões e usar um vinho em caixa.

Pena que não dá para levar no bloco, mas…

Para estes casos, prefiram os vinhos em lata, inclusive espumantes. Sigam o mesmo protocolo de uma cerveja em lata. Já existem várias marcas disponíveis no nosso mercado, nacionais e importadas.

Saúde, bons vinhos e um ótimo carnaval!

Tuty

Engenheiro, Sommelier, Barista e Queijeiro. Atualiza seus conhecimentos nos principais polos produtores do mundo. Organiza cursos, oficinas, palestras, cartas de vinho além de almoços ou jantares harmonizados.

author
Engenheiro, Sommelier, Barista e Queijeiro. Atualiza seus conhecimentos nos principais polos produtores do mundo. Organiza cursos, oficinas, palestras, cartas de vinho além de almoços ou jantares harmonizados.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *