Cresce na Câmara a bancada dos presos

A dos deputados suspeitos segue protegida

João Rodrigues, o mais recente a ser preso (Antonio Augusto/Câmara dos Deputados)

Não tem a bancada da bala na Câmara dos Deputados? Bancada dos ruralistas, dos empresários, dos evangélicos, dos filhos de políticos, disso e daquilo outro?
A bancada dos deputados presos ganhou um novo reforço. O deputado João Rodrigues (PSD-SC), condenado por fraude e dispensa de licitação, foi recolhido ao xilindró. No caso dele, em Santa Catarina.
Por ora ainda pequena, a bancada dos presos já conta com três nomes – além de Rodrigues, Paulo Maluf (PP-SP) e Celso Jacob (MDB-RJ), ambos recolhidos à Penitenciária da Papuda, em Brasília.
Manda a Constituição que deputado ou senador que sofrer condenação criminal com sentença transitada em julgado perderá o cargo. Não há sinais até agora de que os três perderão tão cedo. A Câmara está muda.
Quanto à bancada dos deputados e senadores suspeitos por corrupção e outros crimes, essa permanece ativa, votando livremente e a salvo da Justiça, uma vez que a Justiça não é só lenta, também é cega.
Fonte: Blog do Noblat

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *