2 de julho de 2022
Colunistas Priscila Chapaval

Hoje Dia Internacional da Mulher recebi um monte de mensagens, WhatsApp bla bla bla

Obrigada a todos que me enviaram mensagens, porém não considero que hoje seja um dia diferente dos demais para mim.

Imagem: Google Imagens – Brasil de Fato

Mas sim para aquelas mulheres que sofrem mutilações, que são obrigadas a se submeter às regras religiosas de países conservadores.d

Das mulheres que sofrem pela desigualdade social e racial, das que lutam pelo ganha pão de cada dia.

Daquelas mulheres que são arrimo de família, das mães pobres que lutam para ver seus filhos com saúde, das mulheres que trabalham o dia inteiro e quando chegam em casa ainda tem que fazer todo o trabalho da casa além de dar amor a família.

Mulheres que lutam por um ideal, que trabalham como voluntárias em hospitais dedicando o seu tempo aos menos favorecidos.

Eu simplesmente luto pela democracia plena, pela política limpa, pelos menos favorecidos, pela igualdade racial.

Tento ensinar aos mais leigos aquilo que só o tempo me deu, um pouco de sabedoria de vida. De encontrar a paz e a tranquilidade aceitando tudo que que a vida me oferece. E tento cada vez mais ser feliz.

Um beijo a todas vocês e aos homens queridos.

Namastê. Shalom!

Jornalista... amo publicar colunas sobre meu dia a dia...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.